Ex-auxiliares reforçam rompimento

Publicação: 2016-04-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Os sete primeiros auxiliares do governo estadual filiados ao PT, que pediram exonerações dos cargos, ontem à tarde, informaram que saiam do governo com base nos argumentos expostos na resolução lançada pela Executiva Estadual do partido, mas com a convicção de que fizeram por merecer a confiança neles depositadas pelo governador Robinson Faria (PSD).

No documento protocolado e encaminhado diretamente ao governador Robinson Faria, os secretários afirmaram que exerceram os cargos públicos, “honrando a gestão pública com zelo, ética, postura democrática e republicana”, além de um significativo saldo positivo na implantação das bases “para a construção de políticas públicas para os cidadãos potiguares, nas seis pastas ocupadas por petistas nestes 16 meses”.

Os secretários disseram no documento, ainda, que “tal posição objetivamente abraçada, expressa a unidade e o espírito democrático e antigolpista do Partido dos Trabalhadores”.


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários