Política
Ex-prefeito de Extremoz é condenado a devolver R$ 735 mil
Publicado: 18:09:00 - 31/03/2011 Atualizado: 18:10:14 - 31/03/2011
Em decorrência da omissão do dever constitucional de prestar contas, o então prefeito de Extremoz, Enilton Trindade, teve as contas referentes ao exercício de 2004 consideradas irregulares, sendo condenado ao ressarcimento de R$ 735.763,37 aos cofres municipais. O processo foi relatado pela conselheira Adélia Sales, na sessão da Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado, realizada nesta quinta-feira (31).

A conselheira ainda relatou processo da Câmara de São Bento, prestação de contas referente ao 3º e 6º bimestres de 2001, responsável Mário Sérgio da Silva Elias. O voto foi pela irregularidade, com ressarcimento de R$ 43.515,00, em decorrência da ausência de apresentação de documentos comprobatórios de despesas.

Com informações do TCE.

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte