Ex-presidiária é assassinada na frente do marido em Extremoz

Publicação: 2010-01-01 09:03:00 | Comentários: 1
A+ A-
Ex-presidiária e supostamente viciada em drogas, Alvanira Varela, de 40 anos, foi assassinada no início da manhã desta sexta-feira, 1° de janeiro, no loteamento Auria de Goes, em Extremoz, cidade que integra a região metropolitana de Natal. Segundo o marido de Alvanira, identificado apenas como Kleber e que estava com a mulher no momento do homicídio, os responsáveis pelo crime foram dois sujeitos conhecidos como Jonas e Marinho, que são primos dela.

Assassinato aconteceu no loteamento Auria GoesAlvanira cumpriu pena por quatro anos da Degepol e estava morando há um mês em Extremoz. O assassinato aconteceu na travessa Euclides Dantas, por volta das 5h. Ela foi chamada para fora de casa e levou os tiros - um deles acertou o abdômen - de dois homens, que conseguiram fugir e ainda continuam foragidos.

A mãe da ex-presidiária afirmou à Polícia que Alvanira não era mais viciada em drogas, apesar de moradores da região acreditarem no contrário. E é baseado em depoimentos de populares que a Polícia acredita em acerto de contas para o homicídio da mulher. Jonas e Marinho também têm passagem pela polícia.



continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • rodrigosrabelo

    É um absurdo todos os dias ao abrir o Tribuna On-line, vemos como a insegurança tem crescido principalmente em Extremoz!!!