Expansão vai custar R$ 85 milhões

Publicação: 2012-03-08 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Ancar Ivanhoe e o BR Malls, gigantes no setor de shopping centers, vão investir R$ 85 milhões na expansão do Natal Shopping - até o momento, único administrado pelos dois grupos no Nordeste. As obras começam na próxima semana e vão incluir a construção de novas lojas, um restaurante, um edifício garagem e um complexo com cinco salas de cinema. A expectativa é que a reforma seja concluída em setembro de 2013, aumentando a área bruta locável do empreendimento em 52,9%.
DivulgaçãoCom a reforma, poucas vagas de estacionamento serão descobertas, já que o projeto prevê um edifício garagem, o chamado deck parking.Com a reforma, poucas vagas de estacionamento serão descobertas, já que o projeto prevê um edifício garagem, o chamado deck parking.

De acordo com projeto detalhado ontem, 66 novas “lojas satélites” serão construídas. O número passará de 115 para 181. O total de lojas ‘âncora’, por sua vez, vai subir de três para quatro. E o de megastores vai aumentar de 2 – atualmente a Lojas Americanas e a Luigi Bertolli - para quatro. Uma das novas megastores será a Centauro e a outra está em negociação. O nome não foi confirmado, mas há a possibilidade de ser uma livraria.

 O estacionamento, que conta hoje com 850 vagas, também será ampliado e deverá alcançar um total de 1.400 vagas. A arquiteta do shopping, Camila Sá, explica que a Rio Center será demolida e reconstruída mais compacta. Em cima da loja será erguido um edifício garagem que vai abrigar a maior parte das vagas de estacionamento. Cerca de 30 vagas, apenas, serão mantidas no espaço descoberto, em frente à Rio Center.

As novas lojas, por sua vez, serão construídas na lateral do shopping, aproveitando a atual área de estacionamento – sem a necessidade de construção de um novo pavimento para abrigá-las. Um novo piso, entretanto, será erguido em cima dessas lojas para a instalação das salas de cinema, de acordo com a arquiteta do shopping.

Essa é a primeira grande reforma no Natal Shopping desde que foi inaugurado, há 20 anos. A expansão também marca a chegada de 28 novas marcas. “As negociações estão em fase conclusiva”, afirma o superintendente do shopping, Rodrigo Vitali. As duas empresas já confirmadas são a Centauro e a Cinépolis, operadora que será responsável pelas cinco salas de cinema. A lista com as demais marcas será divulgada no próximo dia 22, quando o projeto será apresentado oficialmente aos investidores.

Já na próxima semana, serão colocados tapumes isolando a área que sofrerá intervenções no shopping. Sinalizações indicarão os acessos laterais, que passarão a ser as entradas do empreendimento.

SAIBA MAIS

Raio-x do projeto

- Valor investido: R$ 85 milhões
- Início das obras: março de 2012
- Conclusão: setembro de 2013
- Construtora contratada: Inova TS, de São Paulo.

Mudanças previstas:

-Ampliação da área bruta locável em 9 mil² – de 17 mil m² para 26 mil m²;
-Abertura de 66 novas lojas satélites, 1 loja ‘âncora’ e 2 megastores;
-Abertura de restaurante e cinco salas de cinema;
-Construção de mais 550 vagas de estacionamento, dispostas em edifício garagem de seis andares.
Novas marcas já confirmadas: Centauro e Cinépolis (quarta maior operadora de cinemas do mundo).

Fonte: Shopping

Shopping espera dobrar fluxo de clientes e vendas

Com a expansão, a expectativa dos grupos é duplicar o número de clientes e o valor comercializado no Natal Shopping. Por dia, cerca de 25 mil pessoas transitam pelo empreendimento, segundo cálculos do superintendente, Rodrigo Vitali. Elas gastam, por ano, cerca de R$ 200 milhões. A meta é ousada, concorda Vitali, mas o shopping vive um bom momento. O saldo operacional, diferença entre receita e despesas, subiu 24% em 2011, em relação a 2010, “mesmo em meio a obras”. A expectativa é que os números continuem subindo.
Alex RégisVitali, superintendente: atendimento e serviços são diferenciais, num setor cada vez mais concorridoVitali, superintendente: atendimento e serviços são diferenciais, num setor cada vez mais concorrido

De acordo com o superintendente, a expansão do Natal Shopping provocará um novo ‘ajustamento’ no mercado. “A gente nunca sabe o que vai acontecer com o mercado, mas espera uma revolução no varejo”. Ele não nega que o investimento esteja relacionado ao avanço da concorrência. Vitali está atento à movimentação de quatro shoppings: Praia Shopping, Cidade Jardim, Natal Norte Shopping, na zona Norte, e Midway, seu maior concorrente. “Acredito, porém, que um shopping é mais que um conjunto de lojas”, afirma, acrescentando que os diferenciais do Natal Shopping serão serviços e atendimento.

Primeiro shopping erguido em Natal, o Natal Shopping é voltado para as classes A e B. A segmentação começou a ser trabalhada após a entrada de novos concorrentes no mercado. O empreendimento foi comprado em 2007 pela Ancar Ivanhoe e o BR Malls. Atualmente, a  Ancar Ivanhoe, braço brasileiro da canadense  Ivanhoe Cambridge, administra 20 shoppings no país e o BR Malls, 47.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários