Expectativa frustrada

Publicação: 2019-01-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A governadora Fátima Bezerra (PT) foi a Brasília, onde pretendia definir uma operação de crédito com o Banco do Brasil para antecipação dos royalties do petróleo, que pode significar uma receita imediata próxima de R$ 160 milhões, com os quais o secretário de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire, planeja pagar aposentados que estão com os benefícios atrasados. Mas ela não conseguiu uma resposta imediata e positiva no BB. Os gerentes que a receberam afirmaram que só apresentarão uma  proposta na próxima semana. A ausência de uma definição na reunião de ontem frustrou os planos do governo que estava na expectativa de anunciar um acordo com o Banco do Brasil para antecipação das receitas com royalties.

Obstáculo à antecipação
O governo estadual tem um entrave para conseguir fechar com o Banco do Brasil uma negociação referente à operação de crédito com antecipação de royalties do petróleo. O problema é a dívida referente a parcelas de empréstimos consignados de servidores que foram retidas, mas não repassadas ao BB. Segundo declaração do chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, em entrevista à TRIBUNA DO NORTE, o Banco exige que o Governo pague  o débito.

Dívida acumulada
O valor da dívida do Estado com o Banco do Brasil, referentes a parcelas do consignado retidas e não transferidas, chega a R$ 110 milhões.

Troca de partido
O ex-vice-governador Fábio Dantas vai deixar o PSB para se filiar ao Partido Solidariedade (SD). A deputada estadual Cristiane Dantas, esposa de Fábio, também vai para o SD. Hoje ela está filiada ao PPL, partido pelo qual conquistou a reeleição. Mas como o PPL não teve votação suficiente, no país, para superar a cláusula de barreira, a sigla ficará com uma série de restrições, por isso, a deputada preferiu mudar de filiação.

Mobilização do PSL
O PSL (Partido Social Liberal), ao qual é filiado o presidente Jair Bolsonaro e o deputado federal eleito General Girão, fará uma mobilização na próxima quinta-feira, dia 17. A data escolhida é uma referência ao número da sigla. A partir das 18h, a sede do partido, na avenida Salgado Filho, estará aberta para receber filiados e simpatizantes.

Passagem de comando
O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte promoveu, ontem, a passagem de comando do coronel Josenildo Acioli Bento para o coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior. A solenidade foi no auditório da Justiça Eleitoral (Centro de Operações da Justiça Eleitoral), com a presença do vice-governador Antenor Roberto (PC do B).

Desestatização 
O executivo José Salim Mattar Júnior, fundador e ex-presidente do conselho da empresa Localiza, foi nomeado secretário especial de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia. A confirmação de Salim Mattar na área que tocará privatizações dentro da pasta de Paulo Guedes está em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).  O documento traz nomeações em outras áreas do governo. Uma delas é a Comissão de Ética Pública da Casa Civil da Presidência, que terá Carlos Higino Ribeiro de Alencar como seu secretário executivo.

Cassação de CNH
O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que permite a cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou a proibição de obter o documento pelo prazo de cinco anos. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) com efeito imediato. A lei prevê que a medida será aplicada a quem for condenado com trânsito em julgado – quando não há mais como recorrer – pelos crimes de contrabando, receptação e descaminho, que é o não pagamento de impostos devidos pela entrada, saída ou consumo de mercadorias.

Defesa da posse
Terceiro filho do presidente da República, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) se tornou o principal ativista da causa armamentista na família. Nos últimos dias, o parlamentar mais votado na história do País aumentou a quantidade de publicações sobre o tema nas redes sociais, e tem dado detalhes do que entende como mudanças necessárias na lei para facilitar a posse e o porte de armas.

Flexibilização 
Nas postagens do deputado Eduardo Bolosnaro, há bate-papos temáticos, vídeos nos quais ele testa pistolas em um clube de tiro e até dicas para quem quer adquirir sua própria arma. No final de dezembro, o então presidente eleito, Jair Bolsonaro, usou o Twitter para anunciar que pretende mudar as regras para posse e registro de armas de fogo por meio de um decreto. Já o deputado publicou, nos últimos quatro dias, ao menos 16 mensagens sobre armas em suas páginas oficiais na internet.  "A primeira coisa que se deve fazer quando você recebe um novo armamento é testá-lo", escreveu. "Normalmente quem anda armado gosta de armas, mas além de divertido isso também é um treinamento."

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários