Exposição exibe performance no Forte dos Reis Magos

Publicação: 2018-05-16 11:27:00 | Comentários: 0
A+ A-
Abraçar espaços simbólicos que foram degradados pela ação do tempo associada à falta de políticas públicas. Essa é a intenção do projeto de extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Norte intitulado 'Laçaço'. No dia 27 de abril, uma performance foi realizada no Forte dos Reis Magos, que foi envolto em um laço de tecido amarelo que representa a afetividade associada ao local. O resultado foi registrado pelos alunos e será objeto de uma exposição que tem início nesta quarta-feira (16) às 18h. O projeto é desenvolvido pelo Departamento de Artes com colaboração com o Departamento de Comunicação Social.

Fita utilizada na performance também compõe a exposição
Fotos da performance e fita utilizada no "Laçaço" compõe a exposição

De acordo com o professor de comunicação Daniel Meirinho, que participou do desenvolvimento do projeto junto com professora do Departamento de Artes , Regina Johas, a ideia surgiu a partir de uma reflexão sobre "como as pessoas lidam com espaços urbanos a partir de relações afetivas e memórias".

As discussões tiveram início em uma oficina realizada dia 20 de abril no Departamento de Artes da UFRN (Deart). Em seguida, uma equipe composta por vinte pessoas, entre alunos e estudantes, foi até o Forte dos Reis Magos para realizar o "abraço" simbolizado por um laço de tecido amarelo na qual o monumento foi envolto.

Já a exposição, que ocorre esta semana, contou com a curadoria dos professores. Ambos contaram com o apoio da fotógrafa Elisa Elsie, convidada pela equipe para participar do trabalho de escolha das fotos.


Segundo Daniel Meirinho, a ideia é levar a experiência até as pessoas que não puderam fazer parte do "Laçaço". Para isso, além das fotos produzidas pelos estudantes, o laço utilizado na intervenção também compõe a mostra. A exposição integra a programação do evento Reperformar que ocorre ao longo desta semana no Deart.

Ainda de acordo com o professor, o objetivo é, a partir dessa experiência, levar não só a exposição como o modelo de performance para outros espaços e outras cidades como Recife, onde uma parceria já está sendo estudada pelos organizadores da ação.



Serviço
Exposição Laçaço
De 16 a 18 de maio no Departamento de Artes da UFRN


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários