Cookie Consent
Política
Fábio Dantas quer apoio dos insatisfeitos com Fátima
Publicado: 00:00:00 - 20/04/2022 Atualizado: 22:43:33 - 19/04/2022
Cercado de correligionários, prefeitos e deputados estaduais, o ex-deputado, advogado e empresário Fábio Dantas (Solidariedade) lançou, nesta terça-feira (19), sua pré-candidatura ao Governo do Estado. Com discurso crítico à governadora Fátima Bezerra (PT), o pré-candidato disse que “terá disputa, sim” e que o pleito eleitoral “não terá W.O”. Na ocasião, o ex-ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PL), também participou e falou de sua candidatura ao Senado. 

Magnus Nascimento
Fábio Dantas reuniu prefeitos, lideranças municipais, deputados estaduais e aliados no lançamento da pré-candidatura

Fábio Dantas reuniu prefeitos, lideranças municipais, deputados estaduais e aliados no lançamento da pré-candidatura


O lançamento da pré-candidatura foi no Hotel Holiday Inn, zona Sul de Natal, e reuniu prefeitos de municípios do interior, lideranças políticas e deputados estaduais. O presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira, e Álvaro Dias, prefeito de Natal, não foram ao evento.

Durante seu discurso, Fábio Dantas falou por cerca de 20 minutos, e disse que quer tirar o Estado da “estagnação”. “O Rio Grande do Norte tem ficado para trás em quase tudo. Merece novas práticas políticas. Precisa sair do imobilismo. Precisa de trabalho, criatividade, diálogo em todos os segmentos, como a saúde, a educação, a segurança pública, com o setor produtivo, com os agricultores. É este o Rio Grande do Norte, com parceria não apenas um papel, precisa juntar todas as forças para remover essa pedra do caminho”, disse o ex-deputado e ex-vice governador.

"Todo apoio em campanha é bem-vindo. Eu quero o apoio de Bolsonaro, o apoio do centro, da esquerda insatisfeita com o governo Fátima. E tem muitos, viu? A começar pelos inúmeros assentamentos abandonados por esse Governo do Estado", acrescentou Fábio Dantas. 

Durante o lançamento da campanha de Fábio Dantas, cinco dos doze deputados do PSDB estavam no evento: Galeno Torquato, Getúlio Rêgo, Gustavo Carvalho, Nelter Queiroz e Tomba Farias. Outros deputados como Cristiane Dantas, Subtenente Eliabe Marques e Kelps Lima. 

Durante seu discurso, Fábio Dantas lembrou de sua época como vice-governador da gestão Robinson Faria (PSD), entre 2015 e 2018, e promoveu uma série de críticas ao Governo do Estado. Entre os pontos citados, obras do Estado feitas com recursos do Banco Mundial, que segundo ele, teriam sido desprezados por Fátima. Ele também lamentou  o encerramento do Hospital Ruy Pereira e apontou falhas na gestão de recursos enviados para a pandemia de coronavírus.

“A candidata hoje encaixa perfeitamente no modelo das oligarquias estaduais. Isso tudo é inegável. Tanto é verdade que antes por ela combatida agora convive com a benção dos seus membros para compor uma chapa. Nunca se assistiu no estado o despertar de tamanha manipulação eleitoral entre dois partidos, o PT e o MDB juntos”, disse Fábio Dantas. 

O ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD), disse que justifica seu apoio ao nome de Fábio Dantas para o Governo e que "não tem veto a ninguém". O auxiliar de Jair Bolsonaro sinalizou a possibilidade do presidente de apoiar a chapa no estado. 

“Vejo um Estado órfão. Mais da metade da nossa população pedia e clamava por mudanças. Temos um governo [estadual] que não fez absolutamente nada para a população. Quem está fazendo tudo é o Governo Federal, não tem nada aqui feito pelo Governo estadual. Essa pré-candidatura de Fábio representa solidariedade ao povo do Rio Grande do Norte", disse Fábio Faria, que afirmou, ainda, que Fátima Bezerra não foi a responsável por colocar a folha dos servidores em dia. "Quem colocou a folha dos estados e prefeituras em dia foi Jair Messias Bolsonaro", disse.

Rogério aponta ‘pacto da mediocridade’ no governo
O ex-ministro do Desenvolvimento Regional e também ex-deputado federal, Rogério Marinho, se emocionou ao falar de sua campanha ao Senado e disse que o pré-candidato Fábio Dantas tem “disposição e a vontade de capitanear o processo de mudança que o  Rio Grande do Norte necessita”. 

“Nós vivemos hoje num o que eu considero um pacto da mediocridade. Os governos vêm se sucedendo com o objetivo de pagar salários de servidores. Isso é uma obrigação, não é um fim em si mesmo”, disse Rogério Marinho. 

O pré-candidato ao Senado fez críticas à atual gestão e disse acreditar que Fábio Dantas pode reunir a oposição em torno dele. “Acredito que Fábio é um é um personagem da política e tá amadurecido que tá pronto pra trabalhar essa discussão em benefício do Rio Grande do Norte”, disse.

'PSDB vai apoiar', afirma Tomba Farias 
O deputado estadual Tomba Farias (PSDB) disse que o seu partido vai apoiar a candidatura de Fábio Dantas ao Governo do Rio Grande do Norte. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News Natal (93,5 FM), na terça-feira (19), o parlamentar disse que o partido já confirmou que o tempo de propaganda eleitoral do PSDB será de Fábio Dantas e de Rogério Marinho (PL),  mesmo admitindo que há divisão no partido com relação ao apoio. Para Tomba, é o momento de convencimento para que mais lideranças somem apoio ao candidato do Solidariedade.

Na entrevista, Tomba Farias disse que discorda sobre o momento para o lançamento de candidatura, mas elogiou o nome de Fábio Dantas, como sendo de um político "que conhece profundamente o Rio Grande do Norte". Segundo ele, o debate de Fábio com Fátima Bezerra (PT) tem que ser sobre os projetos para o estado e que colocar a folha do funcionalismo em dia não é um ponto que deve ser discutido em campanha.

"É uma obrigação do gestor. Eu nunca perdi uma campanha eleitoral em Santa Cruz porque eu cumpria o que prometia. E nunca falei sobre folha de pagamento, porque é obrigação do gestor. O funcionário trabalhou e tem que receber. A discussão tem que ser sobre o que se projeta para o futuro do Rio Grande do Norte", disse o deputado.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte