Fórum debaterá rumos da energia eólica no Brasil; veja como participar

Publicação: 2020-11-29 00:00:00
O mercado de energia eólica no Brasil está em expansão e se renova a cada  ano. Com mais de 600 parques eólicos instalados em seu território e 17 gigawatts (GW) de capacidade instalada, o país assumiu a sétima colocação no ranking de produção de energia eólica mundial. O Plano Nacional de Energia 2050 estima que as turbinas eólicas em parques  eólicos podem atingir entre 110 GW e 195 GW nas próximas décadas.
Créditos: Adriano AbreuO Brasil tem um potencial considerado imenso para uma das tecnologias mais modernas de energia renovável: a eólica offshore. Falta, porém, uma legislaçãoO Brasil tem um potencial considerado imenso para uma das tecnologias mais modernas de energia renovável: a eólica offshore. Falta, porém, uma legislação

Com cerca de 8.000 quilômetros de costa, o Brasil tem um potencial  considerado imenso para uma das tecnologias mais modernas de energia renovável: a eólica offshore, que usa turbinas fixas ou flutuantes instaladas no  mar, enquanto na onshore os equipamentos ficam em terra. Atualmente, o mercado offshore já é realidade em países da Europa e Ásia. No Brasil, a fonte esbarra na falta de regulação específica.

Esse é um dos assuntos que nortearão as discussões da 12ª edicão do Fórum Nacional Eólico (FNE 2020) no dia 3 de dezembro. Desde a sua primeira edição, o Fórum Nacional Eólico acompanha a evolução do setor e se renova a cada ano, com abordagens dinâmicas, conferencistas envolvidos diretamente com as decisões do setor e empreendedores que estão olhando o futuro dos projetos e debates oportunos.

O evento conta com a participação de pesquisadores, autoridades políticas e gestores, dentre eles o senador e especialista em energia, Jean Paul Prates; o presidente do Conselho de Administração da CCEE, Rui Altieri; o presidente da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), Adalberto Maluf; o gerente de inovação da CPFL Energia, Rafael Moya; o  diretor de ativos da Voltalia, Amaury  Neto; o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade do CERNE, Raniere Lima, dentre outros convidados.

A agenda 2020 já está completa e abordará temas como os avanços do offshore eólico no Brasil, veículos elétricos, tendências e expectativas de mercado para 2021/2022, o panorama mundial e expectativa de geração de negócios, bem como os desafios de comercialização pelo mercado livre. O evento é uma  realização do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) e Viex Américas.

A edição do FNE 2020 será especial em ambiente totalmente online. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo www.cartadosventos.com.br.

Serviço

12º Fórum nacional Eólico 2020

Data: 03 de dezembro de 2020

Hora: início às 09h

Ambiente online

Inscrições gratuitas:

www.cartadosventos.com.br

Leia também: