Fórum Nacional Eólico inicia nesta quarta-feira em Natal

Publicação: 2019-08-14 08:15:00 | Comentários: 0
A+ A-
O maior evento político-econômico de setor eólico brasileiro ultrapassou a marca de 1.200 inscrições, superando as expectativas dos organizadores. O 11º Fórum Nacional Eólico acontece os dias 14, 15 e 16 de agosto na Escola do Governo do Rio Grande do Norte, em Natal.

Rio Grande do Norte segue líder na capacidade de geração de energia eólica instalada e é referência para outros estados do Brasil

Na edição deste ano serão abordados temas que tratam da perspectiva do mercado de energia para os próximos anos, incluindo regulação, projeção de investimentos, gestão socioambiental e financiamento, além de oferecer oportunidades de negócio e debater sobre eólica offshore (usinas eólicas instaladas no mar) e mercado livre.

O Rio Grande do Norte é o estado anfitrião do evento por ser considerado o pioneiro e, consequentemente, líder nacional em geração eólica. Em 2009, o Brasil fez o primeiro leilão de energia eólica. Naquela ocasião, o RN foi a unidade da federação que teve mais projetos contratados. Passados dez anos,  os investimentos no setor movimentaram aproximadamente R$15 bilhões.

Mais de dois terços das operações do setor eólico nacional estão concentradas na região nordeste do Brasil. Só no Rio Grande do Norte são 151 parques instalados e mais de 1,5 mil aerogeradores em operação.

O Fórum Nacional Eólico foi palco da assinatura da Carta dos Ventos, documento de compromisso  que iniciou a grande arrancada do setor eólico brasileiro. Participam do encontro autoridades do governo, líderes dos setores de geração e transmissão, integrantes da cadeia de fornecimento e especialistas do setor de energias renováveis.

O evento é uma realização do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) e a empresa VIEX Américas. A programação completa, lista de palestrantes e informações sobre a inscrição, gratuita, podem ser encontradas no site do evento, www.cartadosventos.com.br.







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários