Feriado e final de semana de Corpus Christi no RN tem 25 homicídios, aponta OBVIO

Publicação: 2017-06-19 17:35:00 | Comentários: 0
A+ A-
Levantamento realizado pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) aponta que 25 pessoas morreram, vítimas de Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLI), em todo o Rio Grande do Norte entre o feriado de Corpus Christi e o último final de semana. Em relação ao feriado de Corpus Christi de 2016, foram 27 mortes. Já em 2015, contabilizou-se 15 CVLIs. Em 2017, a redução foi de menos de 10%.
OBVIO contabilizou 25 mortes durante o feriado e final de semana de Corpus Christi no RN
OBVIO contabilizou 25 mortes durante o feriado e final de semana de Corpus Christi no RN

No entanto, os números de CVLIs apontaram uma escalada no final de semana seguinte ao feriado. Enquanto que na quinta (18) e sexta-feira (19) foram registrados quatro mortes, sábado e domingo tiveram, respectivamente, oito e nove ocorrências.

No cômputo geral, até o fim da noite de ontem (18), foram 1142 CVLIs no RN. Os dados apontam para um aumento de 26,5% em relação a 2016. Os dados absolutos demonstram 239 mortes violentas a mais que no ano passado no mesmo período. Em 2016, até o mesmo período, foram 903 CVLIs, contra 746 em 2015 e 828 em 2014.

Recortes
A região Leste do RN concentrou a maior parte dos casos de CVLI entre o feriado e o domingo, com 11 ocorrências (44% do total). Em seguida, está a região Oeste com oito registros (32%) e Agreste com seis (24%).

Natal segue a liderança das CVLIs, com cinco ocorrências (20%), seguida de Mossoró com três CVLIs (12%). Caraúbas, Monte Alegre, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante tiveram duas ocorrências cada (8%). Apodi, Assu, Barcelona, Extremoz, Lagoa Salgada, Macaíba, Santa Cruz, Umarizal e Vera Cruz registraram um CVLI (4%).

Dentre os locais onde ocorreram as CVLIs, segundo o OBVIO, vias públicas respondem por nove casos (36%); sete de frente ou no interior de residências (28%); quatro em povoados e sítios (16%); dois em hospitais e prontos socorros e também no interior de edificações (8% cada uma); e um em bares e festas (4%). Todas as vítimas eram do sexo masculino.

O uso de arma de fogo mantém a predominância das CVLI com 84% dos casos (21 do total), seguido de duas mortes por objeto contundente (8%), uma por espancamento (4%) e uma morte violenta através do uso de arma branca (4%). Quanto aos períodos em que ocorreram os CVLIs, o horário da noite foi o de maior ocorrência, com oito casos (32% do total), seguido da tarde e da manhã com seis CVLIs cada uma (24% cada). A madrugada foi a menos violenta com cinco CVLIs (20%).

Femicídios e Feminicídios

O OBVIO também divulgou o levantamento de casos de feminicídios e femicídios. Até domingo (18), foram 63 femicídios no ano de 2017 no RN, 47 em 2016 e 42 em 2015 no comparativo com o mesmo período. Quanto aos feminicídios, foram 18 em 2017, contra 15 em 2016 e cinco em 2015, também no comparativo do mesmo período.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários