Fernando Mineiro entrega a liderança do governo

Publicação: 2016-02-06 00:00:00
A+ A-
O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) decidiu entregar a função de líder do governo na Assembleia Legislativa. Ele afirmou que pretende se dedicar, prioritariamente, à candidatura a prefeito de Natal, o que não deixa tempo para exercer a liderança. “Pedi a ele [o governador Robinson Faria],  minha liberação. Quero me dedicar à disputa em Natal. E preciso ter tempo para isso”, afirmou o petista.
Fernando Mineiro destaca prioridade à campanha
Ele só deixa a atribuição definitivamente quando o governador Robinson Faria designar o substituto. “A data da substituição será definida pelo governador”, disse Fernando Mineiro. O deputado do PT negou que a decisão tenha alguma relação com desentendimentos ou divergências com o governador Robinson Faria (PSD) ou o lançamento de outros candidatos por partidos que integram a base aliada.

“Nada ver com possível presença de outros candidatos na disputa eleitoral. Aliás, quantos mais candidatos houver, melhor. Minha relação com o governador é a mesma”, garantiu.

Por enquanto, o governo não anunciou quem substituirá o petista.  Fernando Mineiro evitou comentar sobre possíveis nomes. “É escolha dele”, afirmou.

Trata-se da segunda mudança de liderança da bancada governista depois da posse do governador Robinson Faria. O primeiro a assumir a atribuição foi José Dias, que deixou por divergências com o governador e foi substituído por Fernando Mineiro.  Na ocasião, quando a atual administração passava do primeiro ano, José Dias rompeu com o governo e deixou a base aliada.

Desta vez, Fernando Mineiro afirmou que não há insatisfação política. “Óbvio que continuarei na linha de frente na defesa do governo Robinson, que é nosso governo”, disse.

O grupo do PT que é ligado ao deputado tem representantes na estrutura da administração estadual, entre os quais o secretário de Educação, Francisco das Chagas. O PT também indicou o presidente da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto.

O governador perdeu na semana passada um auxiliar por causa das eleições municipais. O vereador George Câmara (PCdoB), que ocupava o cargo de secretário de Esporte resolveu voltar à Câmara Municipal. Ele foi substituído por Canindé França, que também é filiado ao PCdoB.

Diferenças
Apesar do deputado Fernando Mineiro garantir que mantém o relacionamento com o governo inalterado e continua “na linha de frente da defesa” da gestão, no Partido dos Trabalhadores, há diferenças de avaliação neste assunto. O grupo liderado pela senadora Fátima Bezerra deixou o governo e entregou os cargos há alguns meses. Na ocasião, ao sair da presidência da Fundação José Augusto, Rodrigo Bico e outros petistas deste grupo apontaram divergências com o governador. A senadora, em entrevistas, lamentou que o PSD tenha atuado para a substituição de um petista na direção da CBTU no Rio Grande do Norte.

Fernando Mineiro, até agora, não manifestou insatisfação com o governador, que por sua vez não confirmou o apoio à pré-candidatura do petista à prefeitura. O governador lançou o nome de Mineiro em 2014 para prefeito, logo depois das eleições estaduais. Depois, mudou o discurso. O governador tem afirmado que deixará para definir apoio a candidato em Natal em um momento mais próximo da campanha eleitoral.