Festa da padroeira em tempos de covid

Publicação: 2020-11-22 00:00:00
Mesmo sem a presença maciça dos fiéis por causa da pandemia do coronavirus,  a Arquidioce Metropolitana de Natal celebrou a tradicional missa das 5 horas da manhã, conforme a programação de encerramento das festividades religiosas em homenagem ao dia da padroeira da cidade, Nossa Senhora da Apresentação, comemorado neste sábado (21). O arcebispo dom Jaime Vieira Rocha presidiu o ato religioso de pelo menos 2 horas, que não pode ser realizado na Pedra do Rosário, onde há 267 nos pescadores encontraram a imagem da santa num caixote às margens do rio Potengi,  que foi amparado na sede do Comando do 3º Distrito Naval, no bairro de Santos Reis.

Créditos: Adriano Abreu


O arcebispo dom Jaime V. Rocha destacou "a acolhida com atenção e deferência" com que o clero católico e alguns fiéis foram recebidos no pier da rua Coronel Flamínio, pelo comandante do 3º DN, vice-almirante Alan Guimarães Azevedo. "Já são 420 anos da devoção e da festa dedicada à Nossa Srª da Apresentação e a festa como tal foi a partir do encontro da imagem de Nossa Senhora no rio Potengi, na Pedra do Rosário, mas nós recebemos a graça de padres que estão em Roma, a graça de terem celebrado missa no altar dedicado à N. Srª da Apresentação, na Basília de São Pedro, onde está, por coincidência e nos planos de Deus, o corpo do papa Pio X, que em 1909 criou essa igreja da Diocese de Natal", informou.

Dom Jaime Rocha disse, ainda, que "contemplava no coração e na mente aquela grande e majestosa multidão " - entre 40 e 50 mil pessoas, que  tradicionalmente estão presentes na Pedra do Rosário, mas não puderam comparecer à missa do fim de madrugada e começo de manhã do sábado. 

"Todos estão em suas casas seguindo as determinações  do cuidado com o isolamento social e das consequências da pandemia do coronavirus e com nossas intenções de graças quero agradecer a Deus o período do vice-almirante Alan Guimarães que está concluindo o seu tempo em Natal", continuou dom Jaime Rocha, no começo da missa que, mesmo sendo presencial, foi limitada ao público, mas foi visualizada por 2.293 fiéis pelo canal da Arquidiciose de Natal no Youtube.

Co-celebrante e responsável pela homilia da missa, o padre  ressaltou "o sentimento de alegria por estarmos vivos" celebrando as comemorações da festa de encerramento de Nossa Srª da Apresentação, "mas ao mesmo tempo estava com o coração entristecido, pelo fato de não podermos acolher aquela multidão que acorria a cada madrugada de 21 de novembro à Pedro do Rosário".

Padre afirmou que agora era a Marinha do Brasil "que nos dava abrigo em meio essa tormenta que estamos atravessando em mar aberto, que é a pandemia para que a missa se realizasse e através de todos os meios da mídia, as pessoas fossem alcançadas em suas casas e onde estivessem e assim a fé plena de amor e devoção à Nossa Senhora da Apresentação fosse nutrida neste dia 21".

Apesar das limitações para evitar aglomerações e disseminação do coronavirus, a procissão fluvial no barco da Marinha saiu do pier de Santos Reis para a Pedro do Rosário, transportando a imagem de Nossa Srª da Apresentação. Alguns fiéis desavisados ainda viram a chegada da imagem na chamada avenida do Contorno.

A Arquidiocese passou dez dias comemorando as festividades de Nossa Senhora da Apresentação, que continuou na manhã do sábado om o momento de louvor na antiga Catedral, na Cidade Alta, com a sopran Alzeny Nelo. Em seguida houve missa solene presidida pelo vigário geral da Arquidiocese, Padre Paulo Henrique da Silva. 

No fim da manhã, dom Jaime Rocha voltou a celebrar missa com o o rito de renovação das promessas sacerdotais, em que tradicionalmente, é o omento em que todos os padres renovam as promessas sacerdotais diante do bispo por ocasião da Missa do Crisma (também conhecida como Missa dos Santos Óleos), celebrada na quinta-feira da Semana Santa. Em 2020, devido à pandemia, não foi possível realizar a celebração, no mês de abril. No final da missa, foi descerrada uma placa em homenagem ao cardeal Eugênio de Araújo Sales, por ocasião do centenário do seu nascimento, ocorrido dia 8.

No meio da tarde de ontem, a imagem de Nossa Senhora da Apresentação ainda seguiu em carro aberto do do Corpo de Bombeiros, passando por vários bairros da capital, encerrando-se as festividades com uma live, transmitida pelas sociais da Arquidiocese (Facebook e Youtube), animada pela Orquestra de Nossa Senhora da Apresentação.






Leia também: