Festival Duas fomenta arte produzida por mulheres

Publicação: 2021-02-20 00:00:00
Pensar e fomentar a arte feita por mulheres. Este é o objetivo do Festival Duas: Artistas Contemporâneas, contemplado pelo edital de Fomento à Cultura Potiguar do Governo do Rio Grande do Norte. O evento terá oficinas, leituras de portfólio e o lançamento da plataforma Criacionistas, um espaço colaborativo para desenvolvimento de processos criativos de mulheres artistas, além de conversas de abertura e fechamento do festival.

Créditos: Laíza FerreiraDa série construindo narrativas como dispositivo de re-existênciaDa série construindo narrativas como dispositivo de re-existência

O festival, que terá formato online e será gratuito, contará com as artistas Fernanda Grigolin, Lyz Parayzo, Ana Lira Reis, Fernanda Lopes, Pedra Costa, Bettina Rupp, além das idealizadoras do evento: Elisa Elsie, Lara Ovídio, Mariana do Vale, Rafaela Jemmene e Sofia Bauchwitz. Embora as artistas sejam o destaque deste festival, ele é destinado também a estudantes, produtores, curadores, críticos, interessados e entusiastas da arte contemporânea de todos os gêneros. Para participar, é só acessar o site, clicar em “Inscrever-se” e preencher o formulário.

Com a recorrência da invisibilidade de produções, dos apagamentos históricos, da dificuldade de se inserir no circuito nacional de arte e, principalmente, com a desigualdade de gênero, o Festival Duas abre esse espaço para valorizar e evidenciar os trabalhos produzidos por mulheres. No cenário pandêmico, a sobrecarga de trabalho doméstico sobre as mulheres e a redução da sua produção intelectual foi evidenciada. O Festival será um espaço para discutir as particularidades do Rio Grande do Norte como cenário artístico.

"O Festival Duas será especial. Poder visibilizar o trabalho de mulheres artistas é dar voz às inquietações e produções femininas que normalmente acabam tendo menos espaço que os homens no cenário da arte. Tanto é que toda a equipe de produção e realização é composta exclusivamente por mulheres", ressalta Elisa Elsie, uma das organizadoras do festival.

Já para Mariana do Vale, o Festival Duas representa a trajetória de dez anos do Duas Estúdio, que é marcada pelo fomento de produções artísticas. "É incrível poder contar com mulheres tão potentes para pensar como é ser mulher nas artes atuais", afirma. A primeira ação do Festival Duas foi a convocatória da Expo Contemporânea 2021, destinada às mulheres nordestinas produtoras de conteúdo textual, audiovisual e fotográfico. Dentre os trabalhos enviados, foram escolhidos onze para uma exposição virtual. 




Leia também: