Viver
Festival Poty Mapping será realizado em outubro
Publicado: 00:00:00 - 22/09/2021 Atualizado: 22:42:04 - 21/09/2021
O vídeo mapping é uma técnica utilizada para projetar imagens numa estrutura tridimensional previamente mapeada por software. A combinação de arte e tecnologia, tradicional e moderno, será a base do primeiro Festival Poty Mapping, que será realizado em outubro. O evento terá como tema a cultura indígena, e vai mergulhar nas memórias afetivas dos potiguares, usando a projeção mapeada de vídeo como suporte principal e   levando o público a refletir sobre a preservação do patrimônio material histórico-cultural.

Diogo Ferreira
Evento terá como tema a cultura indígena, e vai mergulhar nas memórias afetivas potiguares

Evento terá como tema a cultura indígena, e vai mergulhar nas memórias afetivas potiguares


O festival será gravado na Gamboa do Jaguaribe, um território de preservação indígena localizado na Zona Norte de Natal. Terá projeções em uma oca, aliando a arte dos artistas à oportunidade de dar voz  e visibilidade para essa importante identidade cultural brasileira. O RN é um território onde cidades, rios e caminhos carregam nomes de origem indígena e tem seu povo conhecido como "potiguar", mas a demarcação de terras indígenas no estado ainda não é um fato relevante. 

Apesar de existirem no estado mais de 15 comunidades dos povos originários atualmente articuladas, o apagamento de anos de colonização ainda repercute diretamente nas garantias dos seus direitos básicos. A resistência histórica desses povos garante articulações que, cada vez mais, resgatam, ressignificam e encontram caminhos possíveis para a validação dessas identidades no momento contemporâneo.

Mapping
O mapping é uma arte sem impacto ambiental, mas com efeitos transformadores. Costuma  deixar um legado de conhecimento, ressignificados e novas percepções para a população e para os espectadores, gerando reflexão sobre outras perspectivas em relação às cidades e  suas memórias. Os festivais de mapping têm sido realizados em diversas cidades do mundo e no cenário pandêmico a linguagem da projeção em fachadas foi tomando cada vez mais notoriedade como um meio de ocupação do espaço público, ganhando grandes dimensões e revelando um produto artístico de impacto.

O projeto é realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal. 

Serviço:
Festival Poty Mapping. Em outubro. Os interessados podem ter acesso a todas as informações técnicas no perfil @potymapping no Instagram.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte