Festival realça sabores da Pipa

Publicação: 2019-12-06 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A identidade praieira e multicultural de Pipa é o ingrediente principal do “Sabores da Pipa – Festival Gastronômico”, a volta do balneário mais badalado do litoral sul potiguar às celebrações culinárias. O evento começa nesta sexta-feira e seguirá até 15 de dezembro, movimentando bares, hotéis e restaurantes da região com pratos exclusivos, oficinas, workshops e exposições. O novo festival não terá caráter competitivo como os anteriores, e aposta totalmente nos talentos da gastronomia já praticada no local, com seu estilo diverso, cosmopolita, autoral e saboroso. A cara da Pipa.

‘Trio Pipe-se’ é criação da chef Cleya Lopes com camarão empanado, sertanejo, ceviche e uma capirinha frozen de caju
‘Trio Pipe-se’ é criação da chef Cleya Lopes com camarão empanado, sertanejo, ceviche e uma capirinha frozen de caju

O festival gastronômico de 2019 foi pensado a partir da perspectiva dos chefs, trabalhadores, moradores e empresários que vivem na Pipa, segundo a produtora Juçara Figueiredo, em entrevista ao FDS da TRIBUNA DO NORTE. Ela quem  está tocando o evento ao lado de Adriane Cientelli, profissional ligada à distribuição de alimentos em hotéis e restaurantes da região.

“A gente quis aproveitar ao máximo o que já temos em Pipa, e que não é pouco. Há gastronomia do mundo inteiro por aqui. A ideia é pegar o chef que mora na cidade e valorizá-lo. Eles estão felizes, pois estão recebendo esse destaque pela primeira vez”, afirma. Segundo ela, foi consenso que o novo festival não seguisse o estilo de disputa. Os pratos não têm um tema, mas foi exigido que pelo menos 60% da receita tenha insumos típicos da região.

A produção quis ressaltar no festival o conceito de gastronomia “Km0” (zero quilômetro), que procura utilizar o máximo de ingredientes da região, fortalecendo os produtores locais e envolvendo toda a cadeia produtiva da região. O festival reuniu 25 estabelecimentos que estão participando com pratos elaborados exclusivamente para a ocasião. Os preços do menu foram determinados pelo evento: até R$20 para as entradas; R$38 para os pratos principais; R$20 para as sobremesas, e até R$18 para os drinques.

Tour gastronômico
Uma novidade do Sabores da Pipa é a 'tour gastronômica' pelas portas dos restaurantes. Cada qual deverá oferecer aos passantes uma versão 'finger food' de seu prato do festival. Segundo Juçara, é uma forma curiosa e estimulante de oferecer às pessoas uma demonstração do que o restaurante está oferecendo. “Assim o cliente pode escolher mais tarde aonde ele vai fazer a refeição completa, baseado nessa pequena degustação”, ressalta. Os petiscos custarão R$10.

A temporada de degustação promete ser longa para os bons de garfo mais obstinados. O Ponta do Pirambu está com a albacora do chef (lombo grelhado); a Muxima's Restaurante indica o 'Angola no Nordeste' (carne, calabresa e bacon em creme de farinha de milho e queijo); a Ponta do Madeiro serve a sua arraia ao molho no coco seco; o restaurante Aventureiro tem os camarões no creme de coco com jerimum; o Pipa Lagoa Hotel tem camarões flambados na cachaça ao anis estrelado.

O Paua Hotel Boutique serve o camarão Cabo Verde, prato enformado em folha de bananeira com macaxeira, camarões ao leite de coco e dendê; a Creperia Aruman está com o crepe de camarão com palmito de açaizeiro, bechamel e gruyére; o Sombra e Água e Fresca tem os canudinhos de cocada mole, feitos com massa harumaki; a Real de 14 vem um sorvete de papaya com baunilha coberto com cassis e mel de engenho; o Golfinho Restaurante serve a original feijoada de frutos do mar, com feijão branco, camarões, lula e polvo.

O Macoco Restaurante está com um fettuccine de espinafre salteado com camarão; no Caxangá Restaurante tem o filé de dourado servido com espeto de camarão na tampa de barro; o Pipa Beach Club tem filé de robalo na folha de aroeira; o Porca Vaca Steak House tem filé mignon com risoto de cogumelos, salada e queijo e castanhas; o Tranquilo Restaurante tem o harumaki de atum; o restaurante Aprecie dá um toque árabe com a kafta de cordeiro no humus de feijão verde; o Kausai Cevicheria está com a 'linguiça do mar', uma linguiça de atum com especiarias;  o Sombra e Água Fresca aposta no peixe ao Romesco, em crosta de castanha com vinagrete de tapioca e pipoca de feijão verde. O Hotel Spa da Alma tem polvo grelhado ao pesto de castanha de caju; entre outros.

Praça dos Sabores
A Praça do Pescador vai receber a estrutura da Arena dos Saberes e Sabores, um espaço com visual praieiro que receberá diversos comerciantes e produtores da região, principalmente aqueles ligados à Ecofeira da Pipa, expondo seus produtos naturais, orgânicos e artesanais. O local também vai receber rodas de conversa, palestras, e atrações culturais. O encerramento do Sabores da Pipa fica por conta do Projeto Samba Trio com apresentação gratuita no palco da Praça do Pescador.

O festival oferece uma programação com oficinas de capacitação, de 09 a 14 de dezembro, direcionados aos colaboradores locais do âmbito da gastronomia e interessados no geral.  Oficinas como: Decoração Natalina para Bolos com os gastrólogos Rayana Medeiros e João Dantas; Drinks de Verão com o mixologista Léo Farias e o enólogo Pedro Jeancleber; Massas Artesanais com os chefs Cláudio Marinho e Vitória Alves; Fotografias de Alimentos para Instagram com o fotógrafo Canindé Soares; Culinária Peruana com a chef Luciana Galvão; Bolo com PANCs com a nutricionista Francis Córdula Pinheiro.

O chef João Batista, do Restaurante Chapadão, está há 15 anos no mercado, já trabalhou com grandes chefs internacionais e regionais - vai ensinar todos os segredos de como filetar um peixe. Já Andréia Lima, cozinheira conhecida por comercializar seus quitutes na Praia do Centro e também na Ecofeira da Pipa, ministrará uma bela oficina em torno da comida nordestina.

As oficinas se desenrolarão no em espaços determinados, como o Lá Na Casinha – local que será inaugurado durante o evento na Baía dos Golfinhos -, Arena dos Saberes e Sabores, Aventureiro Restaurante, Golde’s Restaurante, e Macoco Restaurante. Nas ruas, pórticos vão indicar ao público os pontos de concentração de alguns dos estabelecimentos participantes do Festival. Esses materiais visuais, concebidos dentro da Câmara Técnica do Del (Desenvolvimento Econômico Local) e viabilizados pelo movimento Preserve Pipa, serão instalados e inaugurados durante o evento. Além de enfeitarem a vila, têm o intuito de sinalizar os points ao longo das “ruas gastronômicas”.

Serviço:
Sabores da Pipa – Festival Gastronômico. De 06 a 15 de dezembro, em Pipa, Tibau do Sul.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários