Festival valoriza a ginga dos metais

Publicação: 2017-04-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ramon Ribeiro
Repórter


Visto pelo público leigo como apenas mais um no naipe de metais, o trombone é bem mais do que se imagina. Versátil, de sonoridade particular, tocado com uma técnica bem diferente dos outros instrumentos de sopro, o trombone terá suas potencialidades musicais exploradas no 5º Encontro de Trombonistas do Rio Grande do Norte. O evento acontece em Natal entre os dias 16 e 19 de abril, reunindo músicos amadores e profissionais de diversas localidades do país para troca de experiências e apresentações ao público.

Coral de Trombones, formado por músicos da UFRN, abre a programação do festival, no Parque das Dunas
Coral de Trombones, formado por músicos da UFRN, abre a programação do festival, no Parque das Dunas

Dentre as atrações, estão confirmados o Coral de Trombones, o grupo Potibones, a Jerimum Jazz Big Band, além da Banda e da Orquestra Sinfônica, todos da UFRN. De Pernambuco vem a banda Tribone e o instrumentista Marlon Barros. De São Paulo, vem os solistas François Lima, da banda Mantiqueira, e Paulo Malheiro, da antiga Reteté. Outros convidados são o carioca Ricardo Santos, da Orquestra Sinfônica Brasileira e o alemão  Peter Korner.

Mulher no trombone
Coordenador do Encontro, o professor de música da UFRN e trombonista Gilvando Pereira vê como pontos altos da programação as apresentações onde o trombone aparece como solista. Ele destaca em especial a apresentação da musicista  Alessandra Linhares. “Primeira mulher no estado a tocar trombone na Banda Sinfônica da UFRN”, diz o professor.

Participação feminina no sopro é abordada em festival
Participação feminina no sopro é abordada em festival

Para Gilvando, o Encontro reflete o crescimento no número de instrumentistas de sopro no estado, que, por sua vez, segue a linha do que acontece nacionalmente. Na sua opinião, esse cenário tem a ver com a implantação dos cursos técnico e bacharelado em música na Escola de Música da UFRN. “Os alunos têm a oportunidade de transitar tanto na área do erudito e popular, com isso o interesse e o avanço no desenvolvimento no instrumento”, avalia. Foi a partir desse movimento que surgiu a ideia do encontro local de trombonistas. “A proposta é unir interessados para discutir as questões técnicas e práticas desse instrumento que a cada dia vem se popularizando e saindo da velha tradição de só aparecer em Banda de Música do interior”. A programação temática do 5º Encontro de Trombonistas do RN é restrita aos participantes inscritos, mas as apresentações musicais são abertas ao público. Confira programação completa no box ao lado.

PROGRAMAÇÃO

DIA 16 (domingo)
Local: Parque das Dunas (Tirol)
Horário: 16h30
Projeto Som da Mata com Coral de Trombones da UFRN e Potibones

DIA 17 (segunda-feira)
Local: Escola de Música da UFRN
Horário: 20h
Concerto do trombonista Marlon Barros (PE)
Banda Sinfônica da EMUFRN, com os solistas Alessandra Linhares e Gilvando Pereira.


DIA 18 (terça-feira)
Local: Escola de Música da UFRN
Horário: 20h00
Apresentação do grupo Tribone (PE)
Jerimum Jazz Big Band (RN), com os solistas François Lima (SP), Paulo Malheiros (SP), Pedro Augusto (RN) e Gilvando Pereira (RN).

Local: El Rock (Candelária)
Horário: 22h
Show de  François Lima (SP)

DIA 19 (quarta-feira)
Local: Bar do ZE REEIRA (Cidade Alta)
Horário: 11h
Grande Coral do Encontro de Trombonistas do RN

Dia 19 (quarta-feira)
Local: Escola de Música da UFRN
Horário: 20h
Orquestra Sinfônica da UFRN, com os solistas Ricardo Santos (RJ) e Peter Körner (Alemanha)
Coral de Trombones da UFRN


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários