Fluminense cede empate ao já rebaixado Avaí nos acréscimos

Publicação: 2019-12-01 18:36:00 | Comentários: 0
A+ A-
Em um jogo com final polêmico e um gol sofrido aos 47 minutos do segundo tempo, o Fluminense perdeu a chance de ficar ainda mais próximo da permanência na elite ao empatar com o Avaí, por 1 a 1, na Ressacada, neste domingo, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Avaí x Fluminense

No final do segundo tempo, Luccas Claro derrubou Jonathan dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, defendido por Marcos Felipe. No entanto, após consulta ao VAR, a cobrança voltou porque o goleiro carioca havia adiantado. Na segunda tentativa, João Paulo não desperdiçou, deslocando o goleiro com categoria.

O resultado deixa o Fluminense na 15.ª colocação, com 42 pontos, seis a mais do que o Cruzeiro. O time mineiro entra em campo na segunda-feira, diante do Vasco, no Rio. O já rebaixado Avaí chegou ao 16.º jogo sem vitória e segue na lanterna, com apenas 19 pontos.

Diante de um adversário já rebaixado, o Fluminense parecia se sentir em casa, já que a sua torcida fazia mais barulho nas arquibancadas. O jogo, porém, era concentrado no meio-campo, até por conta da condição ruim do gramado, que dificultava a troca de passes.

Apesar de precisar mais da vitória do Avaí, o Fluminense não conseguia jogar e dava os primeiros sinais de nervosismo. Nenê, por exemplo, recebeu cartão amarelo por uma falta sem necessidade no meio-campo.

A primeira finalização saiu aos 36 minutos e foi mortal. Gilberto fez grande jogada individual e cruzou para Marcos Paulo Livre de marcação, o atacante cabeceou, de cima para baixo, no contrapé de Vladimir. A bola tocou na trave e entrou. Na frente, o Fluminense passou a valorizar a posse e o primeiro tempo terminou sem mais nenhum lance de emoção.

O Avaí voltou com uma postura mais agressiva do intervalo, pressionando o Fluminense. Os jogadores chegaram a pedir um pênalti não marcado após a bola acertar o braço de Luccas Claro dentro da área, mas o árbitro mandou o lance seguir.

O time carioca errava muitos passes e, de maneira perigosa, chamava o Avaí para cima. Aos 34, Pablo Dyego recebeu passe preciso de Guilherme e, na cara de Vladimir, finalizou rasteiro. A bola tocou na trave e saiu pela linha de fundo.

Aos 41 minutos, Jonathan foi derrubado por Nino dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Marcos Felipe defendeu a cobrança de João Paulo, mas o árbitro mandou voltar depois de consultar o VAR. O goleiro havia se adiantado.

Depois de muita confusão, aos 47, João Paulo deslocou Marcos Felipe e deixou tudo igual. No último lance do jogo, Yuri Lima recebeu na entrada da área e bateu por cima, desperdiçando a chance de dar a vitória ao Fluminense.

O Avaí volta a campo na quinta-feira, contra o campeão Flamengo, às 20 horas, no Maracanã, enquanto o Fluminense recebe o Fortaleza na quarta-feira, às 21h30, também no Maracanã. Os jogos são válidos pela penúltima rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 1 X 1 FLUMINENSE
AVAÍ - Vladimir; Léo (Gabriel Lima), Kunde, Marquinhos Silva e Ramon Pereira; Marcinho (Vinícius Araújo), Wesley e Richard Franco; João Paulo, Jonathan e Caio Paulista (Lourenço). Técnico: Evando Camilatto.
FLUMINENSE - Marcos Felipe; Gilberto, Nino, Luccas Claro e Caio Henrique; Yuri Lima, Allan (Igor Julião), Dodi e Nenê (Guilherme); Yony González e Marcos Paulo (Pablo Dyego). Técnico: Marcão.

GOLS - Marcos Paulo, aos 36 minutos do primeiro tempo. João Paulo, aos 47 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO - Daniel Nobe Bins (RS).
CARTÕES AMARELOS - Léo, João Paulo, Wesley e Richard Franco (Avaí); Nenê, Marcos Felipe, Allan, Guilherme e Luccas Claro (Fluminense).
RENDA - R$ 120.175,00.
PÚBLICO - 3.237 (total).

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários