Folha aponta que Rosalba Ciarlini utilizou cota aérea para fazer turismo

Publicação: 2009-08-07 09:19:00
A+ A-
A senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) utilizou verba pública para pagar viagens de turismo para ela, familiares e amigos tanto para o Brasil quanto para o exterior. A acusação partiu do jornal Folha de São Paulo, que em matéria publicada nesta sexta-feira (7) afirma que a suplente do Conselho de Ética do Senado chegou a custear até estadia em hotéis para seus convidados.
O caso de Rosalba é o primeiro a ser detalhado sobre descontrole no uso da cota aérea
A  Folha teve acesso a mais de 320 páginas de cartões de embarque e comprovantes de passagens e hospedagem descontadas da cota da senadora de maio de 2007 a fevereiro de 2008. A cota somava cerca de R$ 160 mil, utilizados em mais de 240 viagens em menos de 300 dias, o que corresponde a quase uma passagem diária. Do total de bilhetes, 124 foram emitidos em nome de membros das famílias Ciarlini e Rosado, do seu marido Carlos Augusto.

Rosalba é o primeiro caso detalhado no Senado de descontrole no uso da cota aérea depois que, em abril, foram descobertos dezenas de casos na Câmara, no escândalo que ficou conhecido como a "farra das passagens". As despesas da senadora do DEM aconteceram em seu primeiro mandado no Senado.

A matéria da Folha revela que entre as viagens bancadas pela senadora está por exemplo a vinda de sua filha Karla e do genro alemão Jan Nabendahl de Frankfurt para Natal, em novembro de 2007, ao custo de R$ 5.813. Outra presenteada foi Luana Rosado, e uma pessoa chamada Tricia Maia com uma viagem para Lisboa, Barcelona e Paris, no valor de R$ 7.457. Ela custeou também a hospedagem de seu filho Carlos Eduardo no Marina Park Fortaleza em junho de 2007.

E os casos não param por aí. Em 29 de fevereiro de 2008, Rosalba viajou para Estrasburgo, cidade turística francesa, onde passou duas semanas. Os bilhetes custaram R$ 3.376. No requerimento para se ausentar do país, ela só informou atividades de interesse parlamentar entre 4 e 8 de março. Nos dias 19 e 20 de julho, em pleno recesso, pagou a estada dela, do marido, do filho, do advogado Paulo Fernandes e da mulher dele, Olindia Fernandes, no Gran Meliá Mofarrej. A conta somou R$ 2.212,70.

Senadora confirma uso de cota aérea

Ainda na matéria da Folha de São Paulo, Rosalba Ciarlini confirma a utilização dos recursos para pagar passagens e estadia de parentes, amigos e advogado, apesar de não se recordar de todos os voos citados. "Antes, [a cota] era vista mais como uma complementação que era de uso do parlamentar, que ele podia usar para o deslocamento seu, do cônjuge, de dependentes ou de pessoas que achasse que era conveniente", declarou a senadora do DEM ao jornal paulista.

Sobre a irregularidade de utilizar as passagens, de uso exclusivo para atividades parlamentares, em viagens de turismo, Rosalba deu a seguinte explicação: "Eu cheguei aqui, senadora nova, a orientação era essa".

Deixe seu comentário!

Comentários

  • joanilsonbatista

    PARABENS PELA REPORTAGEM.SÓ UMA CRÍTICA CONSTRUTIVA.A SENADORA NÃO POSSUI MANDADO, MAS SIM MANDATO.RESPEITOSAMENTE,JOANILSON

  • rodrigoekerma

    Já não tinha quem me fizesse votar no PFL (DEM) e a cada dia fico mais convicto. Fico preocupado com o futuro do nosso estado. A cada eleição uma novidade, uma nova \"aliança política\" que contraria qualquer argumento histórico e formação ideológica. Além disso: Garibalde, Rosalba, Agripino, Wilma, vocês que são os políticos do primeiro escalão do nosso RN, tomem cuidado com suas posturas e decisões políticas que nada tem a ver com gestão pública. O povo do RN é inteligente.E os nossos candidatos que ora se apresentam para o governo em 2010... Pífios; uma lástima. Estamos sem opção.Será que vamos votar novamente dizendo: _É, não tem em que votar mesmo... qualquer um vale._Vejo sempre ele(a) na televisão, parece uma pessoa tão boa._Ah! Esse fulano(a) é filho(a) de sicrano(a). Filho de peixe..._Já está lá a tanto tempo mesmo...Ou vão nos apresentar uma proposta séria para o estado.Não nos venham com dinheiro de passagens, que dizem nem saber que gastaram, se é que gastaram ou estão economizando. Pois é... pode ser que nem tenham ido mesmo para Estrasburgo, mas que o senado pagou, pagou.

  • arnaud_araujo

    Eu só digo uma coisa: num digo é nada!

  • fsales13

    - Sinceramente, a Senadora não cometeu nada que venha denegrir sua conduta. Apenas, exerceu um direito que lhe assiste como Senadora da República: esbanjar dinheiro público. Qual o problema? Deixem a Senadora passear.......... e de lambuja levando seus familiares........ nós pagaremos a conta..... Boa Viagem, Senadora!!!!

  • gouldaragao

    Eu gozo,tu gozas,eles gozam das caras dos contribuintes.Como diz o nosso grande LUIZ GONZAGA Rei do Baião.No Senado \"não tem disso não,não tem disso não,não tem disso não.

  • carlos_soares78

    E agora Senadora? Como fica a coerência política? Como cobrar posicionamento correto de seus pares com um exemplo desses?... \"Em casa de ferreiro o espedo é de pau!\"