Natal
Força Nacional diminui ações, segundo diretoria de Alcaçuz
Publicado: 00:00:00 - 23/04/2015 Atualizado: 00:41:18 - 23/04/2015
Com o decreto de calamidade no sistema prisional do Rio Grande do Norte, em março, 215 militares da Força Nacional foram deslocados para fazer a segurança externa de três unidades carcerárias: o complexo penal João Chaves, o Presídio Estadual de Parnamirim (PEP) e a Penitenciária de Alcaçuz. Entretanto, segundo a diretoria desta unidade, os militares não tm mantido a regularidade no patrulhamento no entorno da penitenciária.

Ainda na primeira fuga da unidade, em 6 de abril, a TRIBUNA DO NORTE apurou que a área onde estava o túnel da fuga, na parte de trás da unidade, não era de responsabilidade da patrulha federal – informação confirmada pela própria Secretaria Nacional de Segurança (Senaspe). O mesmo túnel foi utilizado para a fuga de outros 35 detentos na madrugada desta quarta-feira (22). Apesar de consumirem R$ 1,4 milhões em diárias operacionais mensais, pagos pelos cofres da União, a patrulha não conseguiu evitar as duas fugas.

Segundo o vice-diretor de Alcaçuz, Cleibson Câmara, hoje a segurança do presídio é dividida: agentes penitenciários na parte interna, policiais militares nas guaritas e seis viaturas da FN na segurança externa. “Ultimamente eles têm ficado somente na frente da unidade, eles não entram”, afirmou Câmara.

Leia Mais

O secretário estadual de Justiça e Cidadania, Edilson França, rebate. “Tivemos uma reunião e eles me asseguraram que fariam a segurança. Conseguimos um tratos para fazer a estrada no entorno para que eles percorressem”, assegurou. Em resposta encaminhada à reportagem, a assessoria do Ministério da Justiça afirmou que  está executando, desde 23 de março, “ações de policiamento ostensivo na modalidade de patrulhamento nos perímetros externos dos estabelecimentos prisionais”, mas não detalhou como estão sendo feitas as ações.

Cronologia
As diversas fugas desde a abertura de Alcaçuz

27.03.1997
É inaugurada a penitenciária de Alcaçuz. Projetada para 400 homens, tem curso anunciado de R$10 milhões

26.07.1998
É registrada a primeira fuga. Otacílio Soares da Costa, considerado preso de confiança, sai pela porta de frente

26.08.1998 
Claudio Bandeira e Edvaldo Costa de Faria fogem ao serem escoltados ao posto médico

8.11.1998
Fogem Severino Ramos e Isaac Laurentino utilizando “teresas”

28.04.1999
Onze aproveitam a falta de sentinelas para fugir do pavilhão 2

14.07.1999
Mais oito presos fogem do pavilhão 2

04.07.2000
Antônio Carlos Correia, Nildo Alves e Jailson Serra fogem usando o carro que distribuía leite ao presídio

06.11.2000
Grupo de Valdetário Carneiro invade o presídio e libera 28 presos

16.08.2003
É descoberto o primeiro túnel de Alcaçuz, no pavilhão 1

07.05.2004
Sete presos conseguem fugir pulando o mudo da unidade

24,04.2005
Mais três presos fogem do pavilhão 1

02.11.2005
É descoberto túnel  no pavilhão 3

25.04.2006
Descoberto túnel de 7m no pavilhão 1

30.04.2006
Seis presos do pavilhão 3 conseguem escapar

03.08.2006
Dois apenados serram grades e escapam do pavilhão 1

17.02.2007
Dez presos do pavilhão 4 fogem pulando o muro

06.09.2008
É descoberto túnel de 3m no pavilhão 1

19.12.2008
Preso escapa pelo telhado da administração

10.06.2009
É descoberto túnel ligando pavilhões 3 e 4 

26.6.2009
Quatro presos escapam utilizando uma escada de cordas

15.09.2009
Túnel de 5mx10m é descoberto no pavilhão 4

17.01.2010
Quinze presos do pavilhão 4 fogem utilizando túnel de 20 metros

05.05.2010
Sete presos fogem utilizando o mesmo túnel de janeiro

26.06.2010
Cinco presos fogem do pavilhão 4 usando a mesma estrutura

26.09.2011
Nove presos fogem por túnel no pavilhão 4

10.01.2012
Quarenta e um presos escapam do pavilhão de segurança máxima (pavilhão 5). É a maior fuga da história do presídio

03.02.2012
Túnel do pavilhão 1 é reutilizado na fuga de presos

08.06.2012 
Dois homens escapam usando “teresas”

27.06.2012
Doze homens fogem do pavilhão três

29.11.2012
Túnel é descoberto no pavilhão dois

10.12.2014
Descoberta caverna subterrânea no pavilhão 1

06.04.2015
Registrada a segunda maior fuga de Alcaçuz: 32 apenados escapam do pavilhão dois. Oito são recapturados

22.04.2015
É registrada a fuga de 35 presos do pavilhão dois, utilizando a mesma estrutura. É a maior debandada de presos da história do presídio

Fonte: Arquivo TN

SIN entrega nove das 16 celas do CDP Potengi
A Secretaria Estadual de Infraestrutura (SIN) entregou na manhã de ontem (22) parte da reforma do Centro de Detenção Provisória (CDP) Potengi, na Zona Norte de Natal. Foram entregues nove das 16 celas da unidade – uma das 16 destruídas durante os motins no sistema carcerário potiguar, em março. De acordo com a SIN, as seis celas restantes, no térreo, serão entregues em 20 dias. As obras de reforma está sendo realizada pela LMX Empreendimentos, empresa contratada com a publicação do decreto de calamidade no sistema prisional. A previsão é que em 15 dias também seja entregue a reforma do Pavilhão 4 do presídio de Alcaçuz.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte