Forças de segurança desmobilizam bloqueios na BR-304, em Parnamirim

Publicação: 2018-05-30 18:15:00 | Comentários: 0
A+ A-
Órgãos de segurança das esferas federal e estadual realizaram uma operação para dispersar o grupo de caminhoneiros que ainda estava às margens da BR-101, em Parnamirim, e na BR-404, em Apodi, oeste potiguar. Com relação à cidade metropolitana da região de Natal, os caminhoneiros estavam mobilizados nas proximidades do Parque Aristófanes Fernandes. O movimento era o maior registrado nas estradas do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada primeiro pelo Coronel Erland Mota, assessor de relações institucionais da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro, em Natal. De acordo com o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Roberto Cabral, órgão que liderou as negociações, o diálogo com os caminhoneiros começou por volta das 17h30 e o movimento está praticamente disperso.

Polícia Rodoviária Federal negocia com manifestantes na BR-101, em Parnamirim, maior ponto de mobilização no RN
No 10º dia de greve, forças de segurança desmobilizam paralisação na BR-101, em Parnamirim, ponto de maior concentração no RN


Esses eram os dois pontos restantes de bloqueios que ainda resistiam em estradas que cortam o RN, e de acordo com Roberto Cabral, não há mais nenhum bloqueio no estado. Ao longo da semana, o Rio Grande do Norte já chegou a ter 17 pontos de bloqueio, entre estradas federais e estaduais.

BR-406
As forças de segurança promoveram, ontem (29), uma ação às margens da BR-406, em João Câmara, a 74 quilômetros de Natal. A estrada dá acesso à refinaria Clara Camarão, em Guamaré, de onde sai a maior parte do combustível que abastece todo o Estado. Ocupada desde a segunda-feira (21) da semana passada em virtude da greve dos caminhoneiros que acontece em todo o Brasil, a ideia era garantir o abastecimento de combustíveis, alimentos e insumos para as unidades de saúde. 

Os caminhoneiros estão mobilizados desde a segunda-feira (21) da semana passada, em virtude da política de preços praticados pela Petrobrás. Nas negociações com o Governo Federal, os caminhoneiros chegaram a aceitar propostas por parte do executivo, mas mesmo após o acordo, muitos movimentos em todo o país ainda estão mobilizados nas principais rodovias. 

PM prende bandido em flagrante tentando roubar moto
Corre-corre, tensão e uma pessoa detida. "Pega que é bandido, não está protestando", gritou um agente da Polícia Rodoviária Federal para o colega, antes dele  interceptar um homem que começou a correr entre as pessoas e os caminhões que ainda estão parados na BR-101 em Parnamirim, na altura do Parque Aristófanes Fernandes.

O local é a principal aglomeração do movimento grevista dos caminhoneiros, que nesta quarta-feira (30) completa dez dias de protestos da categoria contra os reajustes de combustíveis. "Foi detido, um colega estava perseguindo e pegamos. Estava tentando roubar uma moto",  disse um terceiro agente  da PRF. Pelo menos sete viaturas da PRF e quatro da Polícia Militar do RN estão na rodovia para cumprir a determinação de desobstruir completamente a via.

Poucos caminhões permanecem parados, e os motoristas começam a deixam o canteiro às margens da BR.

O Tenente Moisés, da PMRN, que comanda o destacamento policial que atua em colaboração com a PRF, informou que a operação iniciou o diálogo com os caminhoneiros por volta das 16h: "Os motoristas estão saindo na base do diálogo. O tumulto está sendo causado por populares que se juntaram ao protesto dos caminhoneiros e estão aglomerados às margens da rodovia. Vamos permanecer até a dispersão total".

Entre as estratégias elencadas está a intensificação da presença policial para dar celeridade à dispersão. O Tenente Moisés disse que chamou reforços do BP Choque - até o momento uma viatura do Choque e mais quatro motos da PMRN chegaram ao local. Ao todo cerca de 25 policiais militares estão mobilizados.

Atualizada às 19h45

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários