Fortes emoções

Publicação: 2019-01-11 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Day Mesquita tem um envolvimento emocional muito forte com a trama de “Jesus”, da Record. A intérprete da forte Maria Madalena encara sequências intensas ao longo dos capítulos da história escrita por Paula Richard. Antes mesmo da estreia do folhetim, Day viajou para o Marrocos, onde gravou as cenas da “via crúcis” e a crucificação de Jesus, papel de Dudu Azevedo. O trabalho gerou uma série de reflexões para a atriz. “Foi uma gravação muito forte. É explícito da pior forma o nível de crueldade que pode chegar um ser humano. Esse acontecimento é o ápice da crueldade, mas o macro me fez pensar também no micro, nos pequenos acontecimentos do dia a dia em que podemos também estar sendo cruéis uns com os outros, como em um momento de estresse no trânsito ou na fila de um banco”, afirma. No enredo bíblico, após um encontro com Jesus, Maria Madalena é liberta dos sete demônios e passa a seguir o Messias.

Day Mesquita vive Maria Madalena em Jesus
Day Mesquita vive Maria Madalena em "Jesus"

Para realizar as cenas em que estava possuída, Day conversou bastante com a direção e a preparadora de elenco Fernanda Guimarães. “O Edgar Miranda passou alguns filmes de referência que mostravam a linguagem que ele achava interessante seguir. Quando assisti ao longa ‘O Ritual’, fiquei apaixonada pelo trabalho do Anthony Hopkins. Achamos que era uma boa medida para termos como base no nosso trabalho. Ele mostra uma sutileza na interpretação, mas com um grande preenchimento interno”, explica a atriz, que ficava desgastada emocional e fisicamente após as gravações das cenas. “Ao final do dia, fica um cansaço maior do que o habitual, mas, ao mesmo tempo, era muito gratificante. É um trabalho muito diferente de tudo o que eu já havia feito até então”, completa. Day segue gravando “Jesus” até fevereiro, mas também poderá ser vista na sequência do filme “Nada a perder”, que tem estreia prevista para este ano. “O filme já foi todo gravado. Em breve, poderei falar de mais projetos que virão”, despista.

Rotina de cuidados
Os cabelos ruivos de Marina Ruy Barbosa chamam a atenção do público desde a estreia da atriz na tevê. No ar em “O Sétimo Guardião”, a intérprete da doce Luz conserva alguns cuidados para manter a saúde dos fios, mas confessa que não é adapta de uma intensa rotina de beleza. “No estúdio, a equipe sempre passa um protetor térmico para manter o tom de vermelho. Mas a minha rotina em casa é bem normal. Uso shampoo e condicionador. Às vezes, quando estou na praia, eu passo um pó de proteína”, afirma.

Novo momento
Carlos Cereto terá um programa para chamar de seu. A partir do próximo dia 28, o jornalista do SporTV estreia à frente do “Acabou a Brincadeira”. A produção, que será exibida ao vivo, irá substituir o “É Gol” na grade. O programa irá misturar “hard news” e debates. Um tema será escolhido e, enquanto o debate acontece ente os convidados e o apresentador, o público de casa poderá interagir direto através de votação, termômetro, entre outras ferramentas. Atualmente, Cereto cobre as férias de Marcelo Barreto na apresentação do “Redação SporTV”.

Concurso nostálgico
Visando promover a trama de “Verão 90”, próxima novela das sete, a Globo lançou um concurso cultural. Para participar é necessário enviar uma carta respondendo a seguinte pergunta: O que foram os anos 1990 para você?. E-mail não será permitido. A resposta mais criativa ganha um ensaio fotográfico no estilo dos anos 90, com figurino e acessórios. A década de 90 irá ambientar o folhetim protagonizado por Isabelle Drummond e Rafael Vitti. A novela tem estreia marcada para o próximo dia 29.

Nova leva
Domingos Meirelles volta ao comando do “Repórter Record Investigação”. A produção estreia sua nova temporada na próxima segunda, dia 14. O jornalista está à frente do programa desde 2014.

Foi bem
Para a participação da cantora Iza no “Saia Justa de Verão”, do GNT. Enriquecendo o debate, a artista apresentou uma visão de mundo interessante e próxima do público jovem.

Foi mal  
Para a complexa reta final do “Vídeo Show”. O programa, que sai do ar nesta sexta, chega ao fim com inúmeras tentativas frustradas de reerguer a produção e um conteúdo pobre. O final repentino e melancólico não condiz com a rica história do vespertino.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários