França e Irlanda ameaçam acordo UE-Mercosul

Publicação: 2019-08-24 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Os governos da França e da Irlanda ameaçaram bloquear o acordo comercial firmado em junho entre o Mercosul e a União Europeia, caso o Brasil não tome providências para proteger a floresta amazônica. Além disso, a Finlândia, que detém a presidência rotativa da UE, pediu ao bloco que estude a possibilidade de proibir a carne bovina brasileira em seus mercados, também por causa da Amazônia.

Essas ameaças ao acordo entre os dois blocos, que prevê a queda nas tarifas de importação de lado a lado, têm sido observadas com atenção pelo governo brasileiro. Segundo uma fonte que acompanha o processo, o assunto ainda “está muito verde", mas a possibilidade de o tratado não ser ratificado está, sim, no radar.

Um dos riscos é o acordo ser arquivado antes mesmo da análise pelo parlamento europeu. Em meio a divergências entre o Brasil e países europeus, o acordo entre a UE e o Mercosul está em revisão jurídica e passará por uma nova análise do comissariado europeu antes de ser enviado ao parlamento do bloco. A expectativa é de que essa etapa ocorra entre março e abril de 2020, quando o acordo poderia, até, ser arquivado e nem chegar ao parlamento. De acordo com fontes que acompanham a negociação, no entanto, se espera que até lá os ânimos se acalmem dos dois lados.

O tom das críticas de Emmanuel Macron ao governo brasileiro subiu nesta sexta, quando seu gabinete afirmou que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, estava mentindo ao minimizar as preocupações com a mudança climática na cúpula do G-20 no Japão, em junho. No Twitter, Bolsonaro disse “lamentar" o fato de um chefe de Estado se referir a ele como mentiroso. “Não somos nós que divulgamos foto do século passado para potencializar o ódio contra o Brasil por mera vaidade", escreveu, referindo-se ao fato de Macron ter publicado uma foto antiga de queimada na Amazônia para ilustrar a situação atual.

O primeiro-ministro irlandês, Leo Vardakar, por sua vez, disse que “não há como a Irlanda votar a favor do acordo entre a UE e o Mercosul se o Brasil não cumprir seus compromissos ambientais". Segundo o jornal irlandês Independent, Vardakar se disse muito preocupado com as notícias sobre o incêndio.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários