Fuga da 'degola' é objetivo de hoje

Publicação: 2019-07-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Depois de fazer as pazes com a vitória, o ABC fixou na cabeça a meta de abandonar a zona de rebaixamento, o que pode ocorrer já nesta 12ª rodada, desde que que o Alvinegro consiga obter mais três pontos diante do Confiança-SE e o Globo, que joga domingo contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão, não consiga vencer os donos da casa. Então o treinador Roberto Fernandes e o grupo de atletas passou a ver essa oportunidade como um dos passos mais importantes que eles poderão dar dentro da competição, principalmente para se descolar da zona do rebaixamento e começar a sonhar com algo melhor dentro do grupo A. O confronto de hoje no Frasqueirão, vai iniciar às 20 horas.

Roberto Fernandes levantou a bola do time que tem por meta, se afastar da zona do desespero e lutar por um lugar melhor na tabela
Roberto Fernandes levantou a bola do time que tem por meta, se afastar da zona do desespero e lutar por um lugar melhor na tabela

Como o treino foi fechado e Roberto Fernandes optou por não dar dicas que possam ser aproveitadas pelo amigo e, hoje adversário, Daniel Paulista, que treina a equipe sergipana, o comandante da equipe potiguar fez mistério em relação a formação do time. Porém, devido ao bom rendimento apresentado na vitória diante do Treze de Campina Grande-PB, é provável que o meio-campista Guedes fique na equipe no lugar de Moisés.

O jogador deu mais estabilidade tanto a marcação quanto as saídas de bolas, uma vez que os dois homens de armação, Anderson Rosa e Dione, puderam pegar a bola mais adiantados e chegar com mais liberdade ao ataque. Mas Fernandes não abre o jogo e deixa apenas a possibilidade no ar, dizendo que vai mexer no time sim.

“Tem um ditado no futebol que diz: em time que está ganhando, não se mexe. O time não será o mesmo, eu rebato a frase! Você não tem de esperar perder para mexer em algo. O futebol não é muito diferente da vida, onde a gente vive sempre buscando ajustes. Claro que no momento que chegar na formação que der o maior equilíbrio, aí é só buscar dar a sequência de jogo, neste caso, iremos modificar menos. Conquistamos uma vitória muito importante na rodada passada, mas a equipe não chegou a apresentar o desempenho que eu esperava”, explicou Fernandes.

Sem indicar os setores que renderam abaixo do esperado sábado passado, o treinador da equipe potiguar prefere avaliar a situação pelo conjunto. No atual momento, a maior preocupação é justamente com o tal equilíbrio que ele persegue desde que assumiu o grupo e começou a ver alguma evolução a partir do jogo diante do Náutico, no Recife.

Mesmo tendo feito o gol que sacramentou a vitória do clube, após um jejum de 68 dias, o atacante Wallyson ainda ficará como uma opção para o segundo tempo, diante dos sergipanos. Essa foi uma das únicas informações sobre a equipe que Roberto Fernandes resolveu antecipar.

“Wallyson ainda não vai começar jogando na equipe titular. O jogador vem trabalhando forte, está evoluindo e o que falei na semana passada serve para hoje também. Assim como os torcedores eu, como treinador do ABC, estou ansioso para ver Wallyson iniciar uma partida, mas para tanto o atleta necessita chegar numa condição um pouco melhor. A coisa que posso antecipar, é que está muito próximo de isso ocorrer”, frisou.

Fernandes ressalta que sabe bem da importância que Wallyson possui dentro do ABC, por ser um jogador com uma identificação muito grande com a torcida e, acima de tudo, potencializar o poder ofensivo abecedista.

“Wallyson é um jogador que quando atingir os 100% de sua condição física e técnica, deverá sobressair mais ainda, por ser um atleta com qualidade acima do nível da Série C. O exemplo disso é que solicitei a contratação dele no CRB, a solicitação foi atendida, ele se apresentou ao clube alagoano e só não ficou devido a contusão que tinha de tratar e levaria tempo. É um jogador que eu queria na Série B, avalie isso dentro de uma disputa como a Série C. O potencial e a importância que ele possui a gente sabe mensura bem e, assim que for possível, será titular”, destacou Fernandes.

Com relação ao Confiança, o comandante alvinegro disse que conhece bem o adversário, clube ao qual teve a chance de dirigir e que manteve boa parte dos atletas que trabalharam com ele na oportunidade.

“São ex-atletas meus, o próprio treinador deles hoje, Daniel Paulista, foi meu capitão em duas oportunidades: uma no ABC e outra no Náutico. Então será um confronto muito difícil, a equipe encaixou. O Confiança vem atuando com o mesmo padrão tático tanto dentro quanto fora de casa. Quando isso ocorre é porque sua equipe atingiu a maturidade dentro da competição. Por isso e pela ascensão que apresentaram, acredito que esse será o confronto mais difícil do ABC até aqui, mesmo atuando no Frasqueirão”, alertou Roberto Fernandes.

Confiança
Se existe mistério do lado potiguar, no lado dos sergipanos o treinador Daniel Paulista também faz clima de mistério e não confirmou o retorno do volante Amaral, livre da suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, a equipe que vai enfrentar o ABC.

Apesar de não ter nenhum problema no grupo, que veio completo para Natal, Daniel não adiantou se irá repetir a mesma formação que bateu o Globo na rodada passada.

Ficha técnica
ABC: Saulo, Ivan, Richardson, Joécio e Guilherme Santos; Caio César, Guedes, Dione e Anderson Rosa; Jefinho e Tito. Técnico: Roberto Fernandes.

Confiança: Genivaldo, Thiago Ennes, Vinícius Simon, Anderson e Altemar; Amaral, Rafael, Everton e Ítalo; Marcelinho e Ranan Gorne. Técnico: Daniel Paulista.

Local: Estádio Frasqueirão

Horário: 20 horas

Árbitro: José Mendonça da Silva Jr (PR)

Assistentes: João Fábio Machado Brischiliari (PR) e Weber Felipe Silva (PR)

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários