Futuro x meio ambiente

Publicação: 2020-01-24 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

Em Davos, a questão climática parece ou estaria  pesando mais para o investidor do que as idas e vindas da política no Brasil.  São muitos os relatórios produzidos no Fórum Econômico Mundial  na Suiça que termina hoje. Um relatório da Fundação Schwab diz que os empreendedores sociais melhoraram 622 milhões de vidas, em 190 países.  O Empreendedorismo Social, criado pelo fundador e presidente executivo do Fórum destaca outros impactos importantes, incluindo: os empreendedores sociais distribuíram US$ 6,7 bilhões em empréstimos ou valor de produtos e serviços e mitigaram mais de 192 milhões de toneladas de CO2.

Impacto
O trabalho dos empreendedores sociais é amplo e diversificado. Operam em mais de 190 países, com 25% deles atingindo pelo menos 90 países cada. Todos os 10 países nos quais os empreendedores sociais são mais ativos são mercados de baixa a média renda (com exceção dos EUA), e seis deles estão na África. Eles incluem Brasil, Etiópia, Índia, Quênia, México, Nigéria, África do Sul, Tanzânia, Uganda e EUA.

Confiança
O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) de janeiro é o maior desde junho de 2010, informa a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O aumento do otimismo é resultado da percepção de melhora das condições atuais das empresas e da economia e nas expectativas para os próximos seis meses

Subida
De acordo com dados do IBGE, a inflação pelo IPCA-15 sobe 0,71% e tem a maior taxa para janeiro desde 2016. Tinha registrado alta de 1,05% um mês antes. A carne puxou a alta, embora de forma mais moderada do que em dezembro.  Como o preço da carne já recuou, a inflação futura terá taxa menor.

Caixa
Sobra dinheiro nos cofres ferderais e falta nos estdaso e municípios.. A arrecadação sobe a R$ 1,537 trilhão, em 2019, o melhor resultado em cinco anos. Segundo a Receita Federal, o desempenho teve influencia do consumo, pela produção industrial e por importações tributáveis.

Mercado asiático
A autorização da China para  importação de melão do Brasil abre o “apetitoso” mercado asiáticos para a fruticultura tropical, logo agora às vésperas da maior feira mundial de frutas, na Alemanha. O Brasil fechou em novembro, um acordo com a China para viabilizar a exportação de melão.  Os técnicos chineses  estiveram nas fazendas de melão no RN e no Ceará,  de 12 a 17 de janeiro. Os estados são os maiores produtores da fruta em  áreas livres da mosca-da-fruta. A China é o maior mercado consumidor de melões no mundo, cerca de metade da produção mundial (17 milhões de toneladas em 2017).

Concorrência
No mercado de frango, o Brasil tem três países na disputa das exportações. A Ucrânia, Turquia e Tailândia exigem do Brasil manter o produto competitivo em termos de preço e qualidade. Mesmo com volumes menores, são eles que surgem como grandes competidores para abastecer o mundo com a proteína. Os três estão mais perto – ou mesmo dentro – do sudeste asiático, que é o mercado a ser conquistado pelos próximos anos.

Ponta Negra
Uma Audiência Pública, de iniciativa do Idema, discutirá as obras da Orla de Ponta Negra. A situação atual dos processos de licenciamento ambiental para as obras na Praia de Ponta Negra será discutida em Audiência Pública na quarta-feira (29), às 9h, na associação de moradores.  Ponta Negra tem hoje 2 km de proteção de faixa, que são paredões contra o avanço da maré.

Vagas
A Luandre, empresa de RH, oferece mais de 300 vagas em logística em janeiro. Segue, portanto, com a mesma média de vagas para o setor de logística que apresentou em dezembro, mais de 300.  Uma pesquisa do Google diz que as vendas por e-commerce irão dobrar em cinco anos, chegando a R$85 bilhões. Até 2021, o crescimento do setor será, em média, 12,4% ao ano.

Emprego
Segundo pesquisa da Catho, mais de 90% dos profissionais que trabalham desejam trocar de emprego em 2020. Um currículo pouco competitivo, perda de estabilidade e medo de arriscar são os principais impedimentos ao pensar em um novo desafio profissional.

Aviação
No Ceará, a previsão é de nada menos do que 96 voos regionais atendendo o interior daquele estado, a partir de fevereiro. Os novos voos podem movimentar mais 24 mil passageiros por mês. As ligações de Fortaleza a oito cidades do interior e a Natal foram acertadas entre o Governo Estadual e a Gol Linhas Aéreas. Mais destinos podem ser conectados ao hub.








Deixe seu comentário!

Comentários