Gasparzinho não resiste e perde em dois minutos e 12 segundos

Publicação: 2012-06-26 00:00:00 | Comentários: 1
A+ A-
Tiago Menezes - repórter

A maior rivalidade do TUF Brasil acabou sendo resolvida em apenas dois minutos e 12 segundos de luta. Esse foi o tempo que Rodrigo Damm levou para derrotar o natalense Anistávio Gasparzinho durante combate válido pelo card preliminar do UFC 147, no sábado passado (23), em Belo Horizonte. O lutador capixaba superou toda a torcida contra e conseguiu a finalização com um mata-leão.

“Esta vitória veio de uma forte estratégia de parte da minha equipe. Sabíamos que era um lutador de trocação excelente, enquanto eu sou conhecido como um bom lutador, então ele esperaria eu tentar uma queda. Mas eu trabalhei em minhas habilidades em pé, e realmente isso funcionou. Meu boxe mostrou que sou um lutador completo e pronto para fazer parte do UFC”, declarou Damm.

Rodrigo Damm encaixa o mata-leão em GasparzinhoAntes do combate, Gasparzinho reclamou com o árbitro Mário Yamasaki, pois estava com problemas na coquilha, acessório que protege a região genitália. Após um curto bate-papo, a luta começou aparentemente sem toda a tensão que marcou a pesagem na véspera, quando os atletas trocaram empurrões.

Os golpes tentados por Gasparzinho não acertaram o adversário ou pouco efeito fizeram. Rodrigo Damm, por sua vez, acertou bons golpes, e um deles, um direto de direita, desestabilizou o potiguar.

Damm aproveitou para levar a luta para o solo, chegou às costas de Gasparzinho e rapidamente atacou com um mata-leão. Gasparzinho pouco resistiu, rapidamente desistiu do duelo dando os três tapinhas e ficou desacordado por poucos segundos. Mesmo vencendo, o capixaba foi vaiado.

No “The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões", Rodrigo Damm não sofreu derrotas. Ele chegou até a semifinal, mas teve de abandonar o programa por conta de uma crise renal. Já Anistávio Gasparzinho perdeu para o finalista Rony Jason nas quartas de final.

O UFC 147 aconteceu no ginásio Mineirinho. A luta principal,  entre Wanderlei Silva e o americano Rich Franklin, foi vencida pelo estrangeiro, ex-campeão do UFC. Pela final do TUF Brasil, Cezar Mutante sagrou-se campeão na categoria peso-médio, enquanto Rony Jason levou o título entre os penas.

Mutante e Jason são os mais novos contratados do Ultimate Fighting Championship (UFC).

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários

  • danielgmsds

    Bom... acho que o Rodrigo levou mais a sério o TUF Brasil, foi merecido a vitória dele como os dos outros que sonharam com esse feito, acho que faltou mais proficionalismo de Gasparzinho, ele deveria ter levado mais a sério o Progama...