Goleiro ferreira entra para a história do futebol local

Publicação: 2020-02-16 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O jogo estava difícil para o Força e Luz que via de perto a derrota se aproximar no confronto contra o América, pelo segundo turno do Campeonato Potiguar. O time “elétrico” realmente perdeu, e de goleada: 4 a 1, no último dia 12/2, mas um lance entrou para a história da Arena das Dunas e do goleiro Ferreira, do Força. Aos 23 minutos do segundo tempo o camisa 1 pediu para cobrar uma falta e acertou o ângulo do goleiro Ewerton. Um “gol de placa”.

Créditos: Adriano AbreuA batida perfeita na bola foi parar no ângulo, sem defesa para o goleiro Ewerton, do AméricaA batida perfeita na bola foi parar no ângulo, sem defesa para o goleiro Ewerton, do América


“Tive esta oportunidade de entrar para a história da Arena das Dunas, um local no qual foram disputados jogos da Copa do Mundo. Consegui este feito, como sendo o primeiro goleiro fazer um gol em partidas oficiais aqui”, disse Ferreira em entrevista aos repórteres na sáida do gramado.

Ferreira, que hoje está com 35 anos, conta que começou a jogar futebol na Escolinha de Ronaldo, na cidade de Solânea, interior da Paraíba. De lá começou o “périplo” por vários clubes do País. Bahia, Vitória-BA, Guarabira, Auto Esporte,  Internacional, Santa Cruz de Santa Rita, CSP, Noroeste, Oeste, Sergipe-SE, ASA-AL, Coruripe-AL, Independente-RN e Força e Luz-RN.

Coincidentemente, Ferreira é fã de um goleiro que também fez gol jogando em Natal. “Sou fã de um goleiro que não está mais jogando e me espelho nele, que fez muitos gols de falta: Rogério Ceni.

O antigo Machadão  testemunhou um dos gols do goleiro artilheiro mais famoso do Brasil. “Rogério Ceni também marcou no estádio Machadão, mas atuando pelo São Paulo”, relembra o pesquisador.

O gol em Natal aconteceu precisamente no dia 24 de maio de 2000, em uma partida pela Copa do Brasil, na qual o São Paulo bateu o América por 3 a 1.

Entre 1997 e 2005, o camisa 1 do Tricolor paulista marcou 61 gols de falta e 69 cobrando penalidades máximas. Ceni começou a treinar faltas em 1995, quando já tinha 35 jogos pelo time principal do São Paulo. No fim de 1996, o técnico Muricy Ramalho definiu que o goleiro seria o principal responsável pelo fundamento na equipe. Em 15 de fevereiro de 1997, na vitória por 2 a 0 sobre o União São João, pelo Campeonato Paulista, veio o primeiro gol.

“Com a modernidade do futebol, ficou comum goleiro fazer gol. Aos poucos foram descobrindo a necessidade do goleiro ser mais participativo num jogo de futebol, devido a velocidade que essa modalidade exige nos dias atuais. Claro que é curioso aqui no futebol potiguar, em vários anos de pesquisas, eu só tenho registrado gol de Bastos do Força e Luz, na década de 1970 e de China, do Alecrim nos anos 90. Em se falando de goleiros de clubes do Rio Grande do Norte”, revela Marcos Trindade, pesquisador de futebol.

Créditos: Adriano AbreuO goleiro Ferreira (Severino) fez seu primeiro gol na carreira e recebeu aplausos até dos rivaisO goleiro Ferreira (Severino) fez seu primeiro gol na carreira e recebeu aplausos até dos rivais


Marcos Trindade ainda relembra de outros dois goleiros que marcaram gols atuando em gramados potiguares.

Coincidentemente, o primeiro registro também é de um arqueiro que defendeu as cores do Força e Luz. No dia 2 de fevereiro de 1979, no jogo Força e Luz 2x2 Riachuelo, bastos fez de pênalti um dos gols do time elétrico.

Mas, entre os goleiros que por aqui passaram, reina o artilheiro China, que atuou no Alecrim. Ele fez três gols em partidas oficiais. Marcou no dia 10/04/1993, no empate do Alviverde com o Atlético: 1 x 1; fez novamente no dia 24 de fevereiro de 1994: Alecrim 2 x 0 Currais Novos e marcou seu último tento no dia 16/06/1994, novamente contra o time currais-novense: Alecrim 2 x 3 Currais Novos.

Polêmica
Nesse Campeonato Potiguar, Ferreira já havia sido destaque em outra oportunidade. No entanto, não pelo lado positivo. Após um jogo contra o ABC, o camisa 1 foi acusado de ter feito ofensas racistas contra o atacante Wallyson. O jogador Alvinegro fez a acusação em um vídeo.

Ferreira negou o fato que acabou não tendo maiores consequências para o atleta.

Ficha do goleiro
Nome: Severino Ferreira de Barros

Nascimento: 1985-02-02

Naturalidade:  Solânea (PB)

Altura: 188 cm

Peso: 79 kg












Deixe seu comentário!

Comentários