Governadora determina rigor no caso Gabriel, encontrado morto após 9 dias desaparecido

Publicação: 2020-06-14 21:01:00
A+ A-
A governadora Fátima Bezerra determinou à Polícia Civil "todo o empenho" e "todo rigor" para elucidar a morte de Giovanne Gabriel de Souza Gomes, 18. Ele desapareceu dia 5 de junho quando saiu do bairro Guarapes, Zona Oeste de Natal; e estava a caminho da casa da namorada, que mora em Parnamirim.   

Créditos: ReproduçãoProtesto está marcado para esta segunda-feira (15)Protesto está marcado para esta segunda-feira (15)

Neste domingo, 14, um corpo foi encontrado no município de São José de Mipibu e tudo indica que é o de Giovanne Gabriel. Um familiar teria reconhecido as roupas dele. O anúncio de Fátima Bezerra foi feito na sua conta pessoal no Twitter. 

Ela contou que falou com a mãe da vítima, Patrícia Souza, e expressou sua indignação e solidariedade à família. "E disse a ela: já entrei em contato com nossas forças de segurança, com a delegada-geral Ana Cláudia, e determinei que todo o empenho seja feito no processo de investigação, todo o rigor. Nossa juventude não merece um destino tão cruel", afirmou.


E acrescentou: "As providências estão sendo tomadas, querida Priscila, para que outros garotos, como Gabriel, não nos deixem de forma tão trágica, em tenra idade. Todo o empenho da PC para que possamos ir a fundo e que o(s) culpado(s) sejam exemplarmente punidos." 

Todas as postagens de Fátima Bezerra trouxeram a tag #VidasNegrasImportam. O caso no Rio Grande do Norte acontece após outros episódios de pessoas negras mortas injustamente. Esses casos impulsionam protestos no mundo inteiro pedindo justiça e o fim do racismo. 

O caso mais conhecido é de George Floyd, homem negro morto por policial branco nos Estados Unidos. Houve também recentemente a morte do menino Miguel, 5 anos, que caiu de prédio após a patroa de sua mãe colocá-lo no elevador.  

Para esta segunda-feira (15), em Natal, está marcado um protesto pedindo justiça para a morte de Giovanne Gabriel. O ato deve acontecer em frente do CMEI Marilanda Bezerra, às 10h30, nos Guarapes. A imagem convocando para a manifestação está circulando na internet.