Governadora explica decisão pelo início da reabertura econômica no RN

Publicação: 2020-06-29 18:20:00
A governadora Fátima Bezerra (PT) foi às redes sociais explicar o que levou o Poder Executivo a decidir pela abertura gradual das atividades econômicas e comerciais durante a pandemia de coronavírus no Rio Grande do Norte. Em primeiro lugar, ela disse, no Twitter, que “o empenho das forças de segurança e o comprometimento da população, aliados ao apoio das prefeituras e entidades potiguares, posicionaram o Rio Grande do Norte entre os Estados com maior índice de isolamento do país. E isso já começa a surtir efeito na saúde do Estado”.

saiba mais

Fátima Bezerra relatou que “nos últimos dias, verificamos a queda da taxa de transmissibilidade local do vírus para abaixo de 1, bem como a diminuição na demanda por novos leitos de UTI em todo o território potiguar”.

Para a governadora do Estado, “isso não aconteceu do nada”, mas a decisão foi tomada “com toda a seriedade e responsabilidade que o momento exige, pautados na ciência, e totalmente embasados pelo nosso Comitê Científico local, já é possível avançar com a implantação inicial do cronograma de reabertura gradual do comércio e de outras atividades econômicas”.

Segundo a governadora, “isso não será feito de forma desregrada, não será liberado para toda a população, nem estará dispensada a fiscalização e demais ações do “Pacto pela Vida” executado em parceria, inclusive, com os municípios”.

Ela disse, no Twitter, que o “Plano de Retomada da Economia” foi apresentado ao Governo do Estado pela FIERN, FECOMÉRCIO, FAERN e FETRONOR. “Por fim, quero deixar bem claro que o maior compromisso da nossa gestão, independente de quaisquer divergências político partidárias, segue sendo com a vida e com a dignidade do povo potiguar”, encerrou a governadora.







Leia também: