Governadores do Nordeste suspendem protocolo para comprar vacina russa

Publicação: 2020-08-15 11:29:00
Por intermédio de sua Assessoria de Comunicação Social, o governo Fátima Bezerra informou que o Consórcio Nordeste "achou mais adequado suspender pra melhor avaliação" a elaboração de um protocolo para a aquisição da vacina russa, como estava sendo anunciado, para combater a disseminação do novo coronavírus.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, informou na sexta-feira (14), que os nove estados do Nordeste, por meio do Consórcio Nordeste, estão em contato com o governo da Rússia para um possível acordo de uso da vacina contra a Covid-19, anunciada esta semana pelo governo russo.

Na ocasião, Flávio Dino informava que o protocolo de adesão ainda estava em fase preliminar. A comunidade científica internacional questiona a eficácia da vacina russa, que passou por dois testes iniciais, enquanto a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que sejam realizadas três etapas de testes.

O governo do Paraná foi o primeiro a assinar um documento para o desenvolvimento da vacina russa contra o coronavírus no Brasil.






Leia também: