Governo anuncia desconto dos dias não trabalhados

Publicação: 2013-05-16 00:00:00
A+ A-
O Governo do Estado informou que vai descontar os dias não trabalhados dos grevistas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN). De acordo com o secretário de Comunicação do Governo do Estado, Edilson Braga, além de cortar o ponto dos servidores, a governadora Rosalba Ciarlini também vai analisar do ponto de vista jurídico o caso de concursados em estágio probatório que estariam fazendo greve.
Greve entra para o 3º dia. Parte dos serviços está prejudicada
“A governadora disse que não é justo colocar ponto nos faltosos enquanto há pessoas que querem trabalhar. Então, ela mandou registrar os faltosos para que as providências sejam tomadas em seguida. Isso inclui gente que está em estágio probatório, que não pode fazer greve” explicou Edilson Braga. Segundo ele, Rosalba acrescentou que espera que a categoria respeite os 30% do quadro que devem estar em atividade para que os serviços à população sejam mantidos.

Iniciada na segunda-feira, a paralisação tem o objetivo de reivindicar reajustes salariais e melhorias das condições de trabalho. O Governo do RN informou que não poderá atender as demandas salariais porque ultrapassaria o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Atendimento

Quem foi até o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN) ontem, em Natal, para fazer vistoria, registro de veículos ou porque tinha prova prática de condução marcada para a data teve dificuldades para ser atendido devido à greve dos servidores do órgão.

Além de já ter enfrentado 45 dias de espera para realizar o exame prático de condução, prova exigida para obter a carteira de habilitação, Ivanildo Oliveira da Silva teve que aguardar um pouco mais ao chegar ao Detran, já que o teste foi marcado justamente para o segundo dia de greve. “Estou esperando há quatro horas. Cheguei quando os portões abriram e ainda não fiz o exame”, contou.

De acordo com o chefe de gabinete do Detran, Manuel Ferreira, no dia 10 de maio, 420 exames práticos foram contabilizados em todo o Estado, número que caiu para 326 no primeiro dia de greve, o que representa uma queda de aproximadamente 24%. Pelo menos cinco examinadores paralisaram as atividades.

Outro serviço que teve queda no atendimento foi o de vistorias. No dia 10 de maio, 1398 vistorias foram feitas no RN. Por outro lado, no dia em que a greve começou, esse número atingiu a casa de 420 vistorias, numa queda de cerca de 70% no atendimento. Segundo Manuel Ferreira, a procura por vistorias teria sido maior durante o dia 10, já que a greve havia sido anunciada. “Normalmente, nossa média fica em torno de mil vistorias por dia”, explicou.

Na manhã de ontem, o funcionário público Fausto Rodrigo Carvalho teve dificuldade para fazer a vistoria de um carro do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Por outro lado, Ednar da Silva contou ter conseguido fazer a vistoria, contudo não obteve êxito para pegar o documento do veículo. “Eu estou com o processo de vistoria em mãos, mas o lugar onde eu entragaria ele para pegar o documento está fechado”, relatou.

No departamento responsável por carteiras de habilitação, a procura ontem foi pequena. O chefe de gabinete do Detran, Manuel Ferreira, reforça que o motivo seria a greve. “As pessoas souberam que teria a paralisação e não vieram”, afirmou.


Deixe seu comentário!

Comentários

  • marcianoinchains

    muito bem rosalba, exonere esses servidores publicos que só querem vida mansa

  • genjibre_av

    POR FAVOR, LEIAM O PRIMEIRO E ULTIMO COMENTARIO QUE O EX-LEITOR DE VOCÊS FARÁ A SEGUIR: A greve estando legalizada e um servidor em estagio probatorio é proibido de fazer greve??? esperar 3 anos aguentando os ABUSOS da sra. Governadora?? Salário abaixo do estabelecido em edital (isso é crime e cadê que algum colarinho branco é preso!?!?!); Funcionários recém-contratados sem direitos básicos como vale-transporte e plano de saúde!!; VISTORIADORES do interior que trabalham com a cabeça embaixo do sol O DIA INTEIRO, sem material de trabalho e sem receber gratificação de insalubridade?? só aqui no RN mesmo um abuso desse! Vou nem falar o salário de um vistoriador da paraíba...se a equipe quiser que pesquise pra saber a diferença exorbitante!!! Isso é que a Tribuna do Norte deveria colocar no seu jornal...a realidade dos servidores e não a falsa realidade do governo!! O Detran arrecadou 10 milhões só em abril e nem metade desse dinheiro fica em poder de nossa AUTARQUIA!!!!!!!! ouviram??? AUTARQUIA!! sabem o que isso quer dizer né??? UM ÓRGÃO QUE DEVERIA TER AUTONOMIA FINANCEIRA E NÃO TEM!!!!!!! Acabam de cair em todos os conceitos pra mim!! Nota zero para o posicionamento de vocês. Tenham vergonha e descolem dessa família ALVES que todo mundo já sabe que vocês ficam babando nesse papel machê aqui que vcs chamam de jornal. Jornal não precisa de apoio político para crescer. ex? Carta Capital

  • wnddo

    eu quero saber é de minhas DIARIAS OPERACIONAIS QUE ESTÃO EM FALTA DESDE JANEIRO,FAÇAM UMA REPORTAGEM A RESPEITO,DIARIAS DA PM E BM Ñ CREDITADOS DE JANEIRO ATÉ AQUI,FALTA DE COMPROMETIMENTO DO ESTADO EM QUITAR SALDO DEVEDOR FRENTE AOS ORGÃOS PUBLICOS,DESCOMPROMETIMENTO DO RN FRENTE A COPA DO MUNDO EM 2014,FALTA DE EQUIPAMENTO BASICO DE COMBATE DE INCENDIO E LUVAS DE PROCEDIMENTO FRENTE A POPULAÇÃO.

  • georgelucascf

    Muito bem governadora Rosalba continue assim. As reivindicações do Detran são injustas não é? Nunca tentaram entrar em negociação com o governo? A população precisa entender que a greve é uma medida extrema diante de um governo fracassado e negligente que é o grande responsável pelo sucateamento de TODOS os serviços públicos no Estado. Infelizmente o povo é quem mais sofre com a greve mas não há outro jeito visto que o governo que aí está insiste em tratar os servidores e os próprios usuários do DETRAN como LIXO. São poucos funcionários sobrecarregados em atender a uma grande demanda, ao mesmo tempo que são muito mal remunerados e não são atendidos pelo governo. Uma pena Rosalba é a maior decepção dos últimos tempos no RN