Natal
Governo do RN lança plano estadual para enfrentamento da seca
Publicado: 11:49:00 - 25/10/2021 Atualizado: 12:05:22 - 25/10/2021
A governadora Fátima Bezerra (PT) lançou nesta  segunda-feira (25) o Plano de Mitigação dos Efeitos de Estiagem para enfrentamento à seca no Rio Grande do Norte. O plano conta com recursos na ordem de R$ 22,5 milhões.

Dentre as ações estão a instalação e perfuração de poços tubulares, oferta de crédito emergencial, seguro agrícola, ampliação da estrutura de irrigação de palma e produção de feno, além do projeto Pecuária Sustentável.

A governadora pediu celeridade para a implementação do Plano. "Vamos acelerar para que os potiguares sejam beneficiados o mais rapidamente possível", disse em tom de cobrança aos representantes de diversas secretarias presentes ao lançamento.

"Precisamos ter medidas adequadas para a convivência com a seca no sentido de mitigar seus impactos. Nesse aspecto, estamos trabalhando bastante. Ouvimos as representações que labutam no campo e também setores produtivos e hoje estamos anunciado um conjunto de ações de caráter  estruturante e também do ponto de vista  emergencial", afirmou em seguida.

O Rio Grande do Norte está em estado de alerta diante de um cenário de estiagem em 2021. Segundo o Monitor de Secas, da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básica (ANA) o RN é o Estado mais afetado pela estiagem no Nordeste, com todo território sob situação de seca grave, moderada ou fraca. 

São 95 municípios em situação de seca grave, 34 em seca moderada e 38 em seca fraca. Seridó, Agreste e grande parte do Oeste potiguar são as regiões mais afetadas pela insegurança hídrica. Já o Alto Oeste registra a menor intensidade de seca do RN.

O baixo volume pluviométrico se reflete nas bacias hidrográficas potiguares. O volume total acumulado de água nos reservatórios é 16,34% menor em comparação com outubro do ano passado.  A redução representa uma diminuição de 374,93 milhões  m³ na “caixa d’água” do Estado, que tem a capacidade máxima de 4,42 bilhões m³. 

Das nove bacias, somente as duas menores estão com volume acumulado acima dos 50%: a Bacia Boqueirão (Lagoa de Boqueirão), com 83,67%; e a Bacia Doce (Lagoa de Extremoz), com 88,11%. O volume total de água armazenado atualmente é de 42,9% (1,89 bilhão m³) ante 50,7% em outubro de 2020 (2,27 bilhões m³)

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte