Cookie Consent
Natal
Governo entrega casas e obras sociais em Oiticica
Publicado: 00:01:00 - 01/07/2022 Atualizado: 22:26:48 - 30/06/2022
Com a praça da igreja lotada e a presença de representantes dos movimentos sociais, de trabalhadores rurais, de operários que trabalharam na construção dos imóveis, de lideranças políticas e religiosas, a governadora Fátima Bezerra entregou nesta quinta-feira (30), as 177 casas e equipamentos públicos da comunidade Nova Barra de Santana principal obra social do Complexo Oiticica, em Jucurutu.

Raiane Miranda
Entrega de casas na comunidade Nova Barra de Santana é um passo importante para a conclusão da Barragem de Oiticica

Entrega de casas na comunidade Nova Barra de Santana é um passo importante para a conclusão da Barragem de Oiticica


Nova Barra foi construída para abrigar os quase 900 moradores do Distrito Janúncio Afonso, conhecido como Barra de Santana, que fica na área inundável da Barragem Oiticica. É dotada de infraestrutura urbana que poucas cidades do Rio Grande do Norte têm: água tratada e coleta de esgoto em 100% dos domicílios, tratamento de efluentes, ruas pavimentadas, manejo de resíduos sólidos, drenagem de águas pluviais e acessibilidade. A comunidade tem escola, creche, posto de saúde, associação de moradores, centro comercial, quadra poliesportiva e área de expansão, equipamentos também entregues nesta quinta-feira.

Em companhia do vice-governador Antenor Roberto, Fátima inaugurou a creche, a escola, o posto de saúde e o ginásio poliesportivo. A governadora também atendeu a um pleito do prefeito de Jucurutu, Iogo Queiroz, para construção de um campo de futebol. Os moradores têm 30 dias, a contar de 1º de julho, para ocupar os imóveis.

"Não existe nada mais bonito e sublime do que realizar sonhos. E é isso o que estamos fazendo nesta noite histórica. Quando olho para essas obras, eu me emociono porque é uma luta pelo direito de viver com dignidade. Estamos aqui para celebrar, junto com vocês, essa conquista de caráter civilizatório, emancipatório", disse Fátima, fazendo questão de ressaltar a parceria com a bancada federal, "que sempre chegou junto, independente de questões partidárias."

Estudante de contabilidade, Maria do Rosário nasceu e se criou em Barra de Santana, onde trabalha como agente de saúde. Ela participa da luta em defesa dos direitos dos moradores desde o início da construção da barragem. Voz da comunidade na solenidade de entrega das chaves das casas, ela prestou homenagem aos que moradores morreram no decorrer da luta: "costumo dizer que o nosso nome é resistência. Então, poder participar deste momento é muito gratificante pra mim. Nova Barra de Santana é sinônimo de esperança, de dias melhores, de desenvolvimento com mais oportunidade de emprego. Com a graça de Deus e a proteção de Senhora Santana, estamos vendo esse sonho se tornar realidade hoje."

Antes de Nova Barra, a governadora visitou a Agrovila Raimundo Nonato, onde conversou com o agricultor Nando Régis, do lote 01, e com o casal Maria Alice e Manoel Pedro Silva, do lote 19. "Estamos mostrando ao Brasil e ao mundo que podemos levar adiante uma obra grandiosa como esta, respeitando os direitos das pessoas. Armazenar água é muito importante, mas temos de olhar para as pessoas. É um mundo novo que se abre para vocês. Vida longa aos que lutam por cidadania!", afirmou a governadora, fazendo a entrega simbólica dos 21 lotes restantes. 

"É um sonho para mim. Agora tenho uma casa de qualidade e um pedaço de terra para plantar", comemorou Nando. "Estamos preparando o terreno para o inverno do próximo ano, mas já comi milho no São João, colhido aqui", disse Pedro.

Além dos citados também participaram da agenda de entrega das obras sociais do Complexo Oiticica:  O deputado federal Walter Alves, o deputado estadual Francisco do Medeiros, Genilson Medeiros, prefeito de São Fernando, pastor Bernardo (Assembleia de Deus), Padre Carlos Eduardo (Capela de Santana), Maria do Rosário (representante dos moradores de Nova Barra de Santana), Garibaldi Alves Filho, ex-senador e ex-governador, Carlos Eduardo, ex-prefeito de Natal.

Com a transferência dos moradores do Distrito Janúncio Afonso, o Governo do RN dá um passo importante para o fechamento da parede da Barragem Oiticica, concluindo definitivamente a obra dez anos depois de iniciada. Essa providência não foi tomada porque a governadora Fátima Bezerra não quis repetir em Oiticica o que aconteceu na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no mesmo leito do rio Piranhas, quarenta anos atrás. A Armando Ribeiro foi inaugurada em maio de 1983 sem que a transferência dos moradores das áreas inundáveis estivesse concluída. 

A Barragem Oiticica é o terceiro maior reservatório do estado. Tem capacidade para armazenar 590 milhões de metros cúbicos de água. A barragem garantirá a segurança hídrica, o abastecimento humano, irrigação para a agricultura familiar e desenvolvimento socioeconômico para 800 mil habitantes de 42 municípios da região.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte