Governo Federal lança licitação para execução do Projeto Seridó

Publicação: 2020-11-26 16:35:00
Ícaro Carvalho
Repórter


Foi lançada a licitação para selecionar a empresa que irá executar um dos projetos feitos para aumentar a segurança hídrica a municípios do Seridó no Rio Grande do Norte. O lançamento desta etapa foi feito pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e agora o Projeto Seridó aguardará a empresa vencedora da licitação para que as obras comecem. Com custos de R$ 280 milhões, o objetivo é que a construção de um complexo de obras hídricas beneficiem pelo menos 280 mil pessoas em 24 cidades na região Seridó do Estado, uma das mais afetadas com a seca. O edital de licitação sairá nesta sexta-feira, 27, no Diário Oficial da União (DOU).

Créditos: DivulgaçãoO presidente da ALRN acompanhou o lançamento junto com o ministro Rogério MarinhoO presidente da ALRN acompanhou o lançamento junto com o ministro Rogério Marinho

As obras serão tocadas com recursos do Governo Federal, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). No final de outubro, o Governo do Rio Grande do Norte assinou um termo de cooperação técnica para execução do Projeto Seridó e cedeu os estudos de viabilidade técnica, econômico-financeira e ambiental e o projeto básico dos sistemas adutores. O projeto foi elaborado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) para que a Codevasf faça a licitação para contratar a empresa construtora que executará as obras.

"É uma satisfação estar propiciando, permitindo que as pessoas tenham acesso a um bem tão importante, que significa um diferencial civilizatório com geração de emprego, renda e oportunidades”, disse o ministro Rogério Marinho. Durante a apresentação, o ministro fez um balanço de obras e atividades feitas no Rio Grande do Norte durante o ano de 2020.
“Além de entregarmos obras que foram concluídas, estamos retomando obras que foram paralisadas”, disse.

A estimativa é que o Governo Federal invista cerca de R$ 280,6 milhões para a construção de mais de 330 quilômetros de canais adutores, 14 estações de bombeamento e de tratamento, três pontos de catação de água e implantações e ampliações de Estações de Tratamento de Água.

O Projeto Seridó será executado em duas etapas e contém 10 trechos. O Sistema Seridó Norte captará a água no Reservatório Armando Ribeiro Gonçalves, em Jucurutu (RN). Já o Sistema Seridó Sul levará as águas do Rio São Francisco a partir do Reservatório Oiticica.

Seridó

A região do Seridó é formada pelas bacias dos rios Seridó e Espinharas, afluentes do Piranhas-Açu, que nascem na Paraíba e que têm a maior parte de seus cursos inseridos no Rio Grande do Norte, com a Serra de Santana. No território potiguar, a região seridoense engloba áreas de 24 municípios: Acari, Bodó, Cerro Corá, Carnaúba dos Dantas, Caicó, Cruzeta, Currais Novos, Equador, Florânia, Ipueira, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, Jucurutu, Lagoa Nova, Ouro Branco, Parelhas, São Fernando, São Vicente, São João do Sabugi, São José do Seridó, Santana do Seridó, Serra Negra do Norte, Timbaúba dos Batistas e Tenente Laurentino Cruz.