Governo publica chamamento para viabilizar 30 leitos de UTI em hospitais públicos; custo de R$ 11,3 milhões

Publicação: 2020-04-23 07:53:00
O Governo do Estado publicou, nesta quinta-feira (23), um chamamento público emergencial com o objetivo de contratar empresa que viabilize novos 30 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais públicos de Natal e Macaíba. O custo pode chegar a R$ 11,3 milhões pela operacionalização e gestão dos leitos.
Créditos: Joana LimaHospital João Machado abrigará 20 novos leitos de UTIHospital João Machado abrigará 20 novos leitos de UTI


saiba mais


Na publicação, o Governo busca interessados entre Organizações Sociais, Instituições Filantrópicas ou Sociedade Empresarial Hospitalar para os contratos, que podem ser divididos. O foco é visando a implementação e gestão dos leitos por prazo de até 180 dias para o enfrentamento ao novo coronavírus.

Pela publicação, é preciso que a instituição comprove que já possua expertise na gestão de serviços de urgências e emergências para a celebração do contrato. Os leitos serão viabilizados no Hospital Colônia Doutor João Machado (20 leitos), em Natal, e no Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho (10 leitos), em Macaíba.

A previsão é que sejam pagos até R$ 7.560.000,00 pelos leitos no Hospital João Machado, sendo R$ 1,26 milhão por mês. Já para o Hospital Alfredo Mesquita Filho, R$ 3.780.000,00 no valor global, com R$ 630 mil sendo gastos por mês.

O prazo para o encaminhamento das propostas é até o fim do dia 29 de abril.

Veja publicação aqui.




Leia também: