Governo realiza licitação da caixa cênica dia 3/11

Publicação: 2020-10-22 00:00:00
As empresas de engenharia civil têm até o dia 3 de novembro de 2020 para apresentar propostas para implantação da caixa cênica do Teatro Alberto Maranhão (TAM), orçada em R$ 2,6 milhões. O Governo do Estado precisou alterar a data da licitação, que seria 30/10, em virtude do Decreto 30.056, que marcou para o dia 30 o ponto facultativo pelo Dia do Servidor Público.

Podem se candidatar empresas especializadas na área de Engenharia Civil devidamente registradas junto ao CREA/CAU. A sessão de licitação está marcada para acontecer no dia 3 de novembro, às 10h, no auditório da Secretaria Estadual de Planejamento, no Centro Administrativo, em Natal. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (84) 3232-1964 ou pelo e-mail obrasgovernocidadao@gmail.com.

O equipamento é fundamental para o bom funcionamento do teatro, mas não havia sido incluído no projeto da obra de restauração elaborado pela gestão anterior. A obra tem cronograma previsto de cinco meses. O edital está disponível no Diário Oficial do Estado e também no site.

O secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, responsável pela obra, Fernando Mineiro, lembrou que a caixa cênica é peça essencial para o bom funcionamento do teatro. “É nela que acontecerão as apresentações de teatro, dança, ópera e música. O projeto original não previa sua reforma, mas sabemos que, depois das obras de restauro, o teatro não poderia funcionar sem a reforma da caixa cênica”, pontuou.

Para o presidente da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto, responsável pela gestão do TAM, a licitação da caixa cênica era o último grande passo que faltava para a reabertura da casa. “O TAM é um imenso patrimônio cultural do RN. A caixa cênica, fundamental para o pleno funcionamento do teatro, é fruto de um esforço de equipe, envolvendo diferentes unidades gestoras do Governo e demonstra o profundo respeito e zelo que a governadora Fátima Bezerra tem pelo maior templo artístico do nosso povo”, disse.

As obras de restauro e recuperação do TAM seguem em ritmo avançado. O investimento do Governo do Estado é de R$ 9,6 milhões em obras e equipamentos, com recursos do empréstimo junto ao Banco Mundial.