Gracinha Ferreira de volta ao "Raro"

Publicação: 2020-01-24 00:00:00
A+ A-
O Raro Sabor foi um bistrô que de 1989 a 2006 marcou a incipiente cena gastronômica de Natal com estilo, simpatia e um menu diferenciado. Agora, 14 anos depois, a essência dessa casa retorna em nova embalagem, novo endereço, e quase o mesmo nome: Raro Café. O local abriu no final de novembro do ano passado, ocupando um ambiente do Espaço Mais, estabelecimento colaborativo em Petrópolis. Casa nova, charme clássico.

Créditos: Alex RegisAs brusquetas são servidas com o pão ‘levain’ e frios importadosAs brusquetas são servidas com o pão ‘levain’ e frios importados
As brusquetas são servidas com o pão ‘levain’ e frios importados

A proprietária Gracinha Ferreira conta que não estava nos planos voltar a um espaço fixo, mas a oportunidade foi boa demais pra deixar passar. “Tomei a decisão de supetão. Surgiu a chance e eu abracei, sem pensar muito”, diz. Gracinha não esteve totalmente fora de cena na gastronomia. Durante esses anos promoveu jantares na garagem sob reserva, atuou como personal chef em residências, fez consultorias.

A chef deixa uma coisa clara: o Raro Café não é o Raro Sabor. A proposta agora é de um café urbano, funcionando em horário comercial. Há almoço executivo e quitutes para um fim de tarde saboroso. O novo ambiente é aconchegante, arejado, bem decorado, com jardim e obras de arte expostas. Comporta até 28 pessoas.

O cardápio é algo que Gracinha considera simples, mas com elaboração baseada em ingredientes de qualidade e boa apresentação. O menu abre com petiscos como as brusquetas em pão ‘levain’ e frios importados, pastéis de massa filo (com espinafre, queijo branco e curry ou damascos com queijo brie), harumaki de frango com shitaki, carpaccios de carne ou queijo coalho maçaricado, e quiche de queijo.

Créditos: Alex RegisCasa nova e charme clássico: O Raro agora está no Espaço Mais, um negócio colaborativo em PetropolisCasa nova e charme clássico: O Raro agora está no Espaço Mais, um negócio colaborativo em Petropolis
Casa nova e charme clássico: O Raro agora está no Espaço Mais, um negócio colaborativo em Petropolis

Os sanduíches trazem um clássico do Raro Sabor: o ‘fantastic’, baguete recheada com filé mignon, provolone, tomate e cebolas glaceadas; além do ‘surpresa’ (creme de frango), e o Vivaldi (com bordas recheadas de coalho, muçarela, gorgonzola e parmesão). Para fãs de saladas, tem versões ceasar, quinoa e havaiana.

O menu do almoço executivo, com pratos entre 29,50 e R$39,50, serve pratos como o medalhão de filé com molho de frutas vermelhas e cebolinhas verdes; estrogonofe de filé; carne de sol em natas com arroz de leite; picadinho carioca com arroz, farofa, ovo e feijão preto; frango  com molho de castanhas e ameixas; filé de peixe grelhado sobre moqueca de xerém, e espaguete com camarão e ervas. Como sobremesa, creme brulee, petit gateau, torta de maçã, pudim de tapioca, brownie, e bolos (banana, milho, laranja). Para beber, cafés, sucos, e vinho na taça. Pode levar a bebida.

Créditos: Alex RegisGracinha Ferreira não tinha planos de voltar ao espaço físico, mas oportunidade foi “boa demais para deixar passar”Gracinha Ferreira não tinha planos de voltar ao espaço físico, mas oportunidade foi “boa demais para deixar passar”
Gracinha Ferreira não tinha planos de voltar ao espaço físico, mas oportunidade foi “boa demais para deixar passar”

O cardápio ainda está em fase de ajustes, explica Gracinha, que está analisando os gostos de sua clientela, que reúne fãs do Raro Sabor e bons de garfo da nova geração. “Algumas pessoas devem pôr expectativas muito altas pelo passado do Raro, mas aqui é um espaço bem mais simples, com uma cara mais prática. Um lugar gostoso, aconchegante e descontraído”, resume. Ela ressalta que ainda aceita encomendas para eventos fechados.

Serviço:

Raro Café. Rua Mipibu, 643, Petrópolis. Aberto de segunda a sexta, das 12 às 15h para almoço, e depois até 19h.






Deixe seu comentário!

Comentários