Grafites do Beco já atraem visitantes para fotos

Publicação: 2019-02-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A ideia de ambientes instagramáveis pode ser vista também em lugares cotidianos, como nas ruas – não necessariamente pensados com esse propósito, mas aproveitados dessa forma pelas pessoas, servindo, por exemplo, para turismo. Em São Paulo um caso clássico é o Beco do Batman, na Vila Madalena. Repleto de grafites, o lugar se transformou em ponto turístico e um dos principais cenários para selfie na cidade.

Quem passa pelo Beco da Lama não resiste a um clique
Quem passa pelo Beco da Lama não resiste a um clique

Em Natal, nos últimos dias, o Beco do Lama tem atraído esse tipo de gente sedenta por selfie, tudo por causa do mutirão de grafite que promete dar uma senhora repaginada no bequinho outrora descuidado (mas nunca abandonado pelos boêmios da região). Os visitantes, entre natalenses e turistas na maioria estrangeiros, passeiam pelo lugar caçando o melhor ângulo para se autofotografar com o novo cenário de fundo. E olha que a maioria das obras ainda nem está pronta! Daqui a alguns dias o movimento deve aumentar. E talvez não seja estranho encontrar gente mais preocupada em posar com os grafites que observando de fato as obras.

Artistas do grafite realizam um mutirão artístico no Centro
Artistas do grafite realizam um mutirão artístico no Centro

O conceito instagramável também tem sido bastante aplicado no comércio em empreendimentos como restaurantes, bares e hotéis. Em Natal o Bar Whiskritório (Capim Macio) é um exemplo com o famigerado grafite das asinhas, onde as pessoas posam para fotos fofinhas como se tivessem asas nas costas, que serão compartilhadas com algum filtro da moda no Instagram. As tais asinhas, por sinal, também estão num dos muros do Espaço K-Ximbinho, na secular Travessa Pax, na Cidade Alta, espaço cultural que se propõe a ser reduto do choro em Natal. Acho que consegue. 








continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários