Greve dos ônibus em Natal chega ao 4º dia sem previsão de acordo

Publicação: 2020-10-26 09:27:00
O quarto dia de greve dos trabalhadores rodoviários em Natal segue sem acordo entre os motoristas e as empresas de transporte público da capital. O resultado é um efetivo mínimo de 40% nas ruas, segundo os trabalhadores, o que causa lotação em algumas paradas da capital e dentro dos próprios veículos. Ainda não há previsão de acordo entre as partes, que seguem em desacordo acerca do pagamento de benefícios como plano de saúde e vale alimentação aos trabalhadores.

Créditos: Alex Régis/Arquivo TN


saiba mais

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintro/RN), 171 ônibus urbanos estão em circulação (50 da Guanabara, 15 da Via Sul, 30 da Reunidas, 28 da Conceição, 15 da Cidade do Natal e 33 da Santa Maria) informação que é rebatida pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal (Seturn), que afirma que apenas 148 veículos circulam nesta segunda-feira (26).

De todo modo, são menos veículos em relação à sexta-feira, quando 228 veículos circularam. A explicação dos trabalhadores para a redução,
é que houve uma diferenciação do quantitativo total para estabelecer a porcentagem de rodagem. Na sexta-feira, foi levada em consideração a frota até o ano passado. Hoje, ainda segundo os rodoviários, foi observada a existência de um decreto da STTU que reduzia a frota este ano para um pouco mais de 300.

Nas principais paradas da capital, foi registrado o acúmulo de passageiros esperando pelos ônibus que demoravam mais a aparecer. Também houve circulação de transporte alternativo fazendo rotas do transporte convencional, prática autorizada pela STTU desde a última sexta-feira.




Leia também: