Greve impede circulação de quatro linhas de ônibus para a Arena

Publicação: 2014-06-13 11:10:00 | Comentários: 0
A+ A-
A greve dos rodoviários do serviço de transporte urbano de passageiros, em Natal, impede o tráfego das quatro linhas circulares de ônibus que levariam os torcedores das áreas de estacionamento ao estádio Arena das Dunas, onde logo mais às 13h jogam México e Camarões, na primeira partida da Copa do Mundo Fifa 2014 na capital potiguar.

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal afirma que, apesar da suspensão dessas linhas específicas, o translado desses torcedores dos estacionamentos até o estádio está sendo feito por 16 a 19 linhas convencionais ainda em operação em trajetos adjacentes ao estádio.

A greve dos rodoviários também obrigou a Semob a adotar medidas emergenciais quanto à condução de pessoas portadoras de necessidades especiais. A ausência do serviço que seria oferecido pelas empresas de ônibus está sendo suprida, segundo a assessoria de comunicação da Secretaria, com a disponibilidade de veículos de passeio da própria Prefeitura de Natal em cinco pontos estratégicos para embarque: Shopping Midway Mall, na avenida Senador Salgado Filho, em uma das paradas de ônibus localizada em frente ao Departamento Estadual de Estradas de Rodagens (DER), na mesma avenida; na Praça Cívica do campus universitário da UFRN, marginal da BR 101.

Quanto aos moradores ou comerciantes que residem no perímetro de acesso restrito, que fizeram o cadastramento, mas não pegaram o adesivo de trânsito livre, a Semob mantém a entrega dessas credenciais no horário das 11h às 17h na panificadora Hora do Pão, na avenida Romualdo Galvão.

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana enviou esta manhã fiscais às garagens das cinco empresas que operam o serviço de transporte urbano de passageiros em Natal. O objetivo é verificar se a decisão judicial que obriga a manutenção de 70% da frota em horários de pico, e 50% naqueles de baixa demanda, está sendo cumprida.

Até a manhã desta sexta-feira, o sindicatos dos empresários e dos rodoviários afirmavam que não haviam sido notificados. A Semob afirma que todos foram notificados e que vai fiscalizar e punir aqueles que eventualmente não mandem para as ruas a frota determinada pela Justiça.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários