Guedes não solicitou antecipação de calendário, afirma presidente da Caixa

Publicação: 2019-10-22 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, em nenhum momento solicitou ao banco que os saques de contas ativas e inativas do FGTS pelos trabalhadores fossem antecipados.

Pedro Guimarães diz que antecipação deve-se à eficiência da CEF
Pedro Guimarães diz que antecipação deve-se à eficiência da CEF

Ao permitir a liberação dos recursos para todos ainda em 2019, a Caixa projeta a liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia ainda este ano. Questionado se isso teria sido consequência de um pedido de Guedes, como foco no estímulo à economia, Guimarães afirmou que não houve nenhuma solicitação do Minsitério da Economia.

 Segundo ele, a antecipação do cronograma foi consequência direta do uso da tecnologia e do bom andamento das liberações anteriores.

De acordo com Pedro Guimarães, a instituição tem demonstrado excelência na execução desse pagamento. “A estratégia adotada pela Caixa soma agilidade, eficiência e tecnologia. Neste quarto calendário, de trabalhadores nascidos em janeiro, pouco mais de 10% se dirigiu ao atendimento presencial. Essa eficiência permite a antecipação do pagamento a todos os 96 milhões de trabalhadores até dezembro, possibilitando a injeção de cerca de 40 bilhões na economia ainda esse ano”, afirma.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários