Guerrero admite peso da ausência de Diego, mas garante Flamengo forte em clássico

Publicação: 2017-04-20 14:16:00 | Comentários: 0
A+ A-
A ausência do meia Diego na reta final do Campeonato Carioca ainda repercute no Flamengo. O camisa 10 se recupera de uma cirurgia no joelho direito e o técnico Zé Ricardo ainda não indicou quem será o seu substituto para a semifinal com o Botafogo, neste domingo, no Maracanã. Mas independentemente da opção do treinador, o centroavante Paolo Guerrero garantiu que o time saberá lidar com essa ausência, sem deixar de ser competitivo.

"Sabemos da falta que vai fazer Diego, que é um jogador muito importante para nós. Mas o Zé com certeza já deve ter o time definido. Essa semana, a gente trabalhou com uma grande variedade de jogadores, experimentou com outros jogadores nessa posição", disse o atacante peruano.

Sem Diego, Zé Ricardo admitiu a possibilidade de colocar Trauco no meio-de-campo do Flamengo, com Renê entrando na lateral esquerda, mas Mancuello e Ederson são outras opções. De qualquer forma, Guerrero reconheceu que a sua participação ganha importância no time com a ausência de Diego. "Responsabilidade maior, mas somos um grupo e todo mundo assume isso também", afirmou.

O Flamengo entrará em campo bem mais descansado do que o Botafogo, afinal, o adversário jogará nesta quinta-feira pela Copa Libertadores, em Guayaquil, onde vai encarar o equatoriano Barcelona. Mas Guerrero negou que o peso de uma possível derrota será maior para o time da Gávea. "Temos que pensar em nós. Nesse tipo de clássico, não há quem perde mais. Tudo é decidido no campo", completou.

Guerrero também exibiu motivação para o clássico com o Botafogo, especialmente pela possibilidade de se aproximar da conquista do seu primeiro título pelo Flamengo. "A gente quer sair campeão do Carioca, chegamos agora para isso. É muito importante, é uma decisão e temos a vantagem do empate. Queremos jogar essa final para sairmos campeões", comentou.

fonte: Estadão Conteudo

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários