Informe Publicitário
Hemonorte recebe reforma após 30 anos e ampliará serviços
Publicado: 00:00:00 - 31/10/2021 Atualizado: 10:31:09 - 30/10/2021
Sem receber intervenções em sua estrutura física desde que foi inaugurado, nos anos 90, o Hemocentro Dalton Cunha (Hemonorte), em Natal, vai passar por uma importante reforma estrutural e irá ampliar sua capacidade de serviços.  A intervenção vai permitir que o Hemonorte atenda 5 mil pessoas por mês e a expectativa é de conclusão em 2022. O orçamento para obra é de R$ 833 mil, recursos da Caixa Econômica Federal e contrapartida do governo do Estado.
Secom
Após 30 anos de funcionamento, Hemonorte recebe reforma

Após 30 anos de funcionamento, Hemonorte recebe reforma

A ordem de serviço para viabilizar a nova estrutura à unidade foi assinada em setembro pela governadora Fátima Bezerra (PT) e as obras já estão sendo iniciadas. O prazo é de 180 dias. O objetivo é qualificar o SUS na prestação de serviço do hemocentro de Natal, que coordena os demais distribuídos no Estado.

“Quando a gente fala do Hemonorte do Rio Grande do Norte, não fala de uma instituição qualquer. Falamos de importante instituição que tem mais de 30 anos de prestação de serviço para a população do estado. Hoje, esta é a principal referência do ponto de vista de fornecimento de sangue e dos chamados hemoderivados para todo o estado. Daí a importância de termos ido à luta para resgatar esse convênio junto à Caixa Econômica Federal, com contrapartida do Governo do RN”, disse Fátima Bezerra.

A proposta de reforma do Hemonorte, localizada na avenida Alexandrino de Alencar, no Tirol, prevê serviços na plataforma de acessibilidade, ampliação de laboratórios, central de material, banheiros, refeitório dos funcionários, setor de manutenção e instalação de elevador. 

“Essas melhorias vão trazer inúmeras vantagens: o servidor vai trabalhar num ambiente mais confortável, facilitando que o parque tecnológico atual seja compatível com sua instalação física; agilidade nos processos e facilidade maior para doadores, usuários e pacientes, e principalmente, com o trabalho sendo feito melhor, garantimos qualidade e segurança dos produtos produzidos no Hemonorte”, reforça o diretor geral do Hemonorte, Rodrigo Villar. Somente este ano, já foram distribuídas mais de 42 mil bolsas de sangue, além de 28.162 bolsas de sangue coletadas, 178.917 exames sorológicos, 207.053 exames hematológicos e 4.270 exames de HLA. 

O Hemocentro tem sido pioneiro na produção de plaquetas pelo sistema Reveos, lançado recentemente no Brasil, sendo o primeiro banco de sangue público que possui este sistema instalado e funcionando em rotina. A nova metodologia representa avanço tecnológico e garante à população hemocomponentes de qualidade e com alto padrão de segurança.

O Hemocentro Dalton Cunha (Hemonorte) foi construído para receber duas mil pessoas por mês e hoje chega a atender mais de 5 mil pessoas mensalmente. Por dia, o Hemonorte pode receber até 300 doações de sangue. A sede funciona entre 7h e 18h, de segunda a sábado. As doações podem ser agendadas pela internet ou de forma presencial. 

O diretor geral do Hemocentro Dalton Cunha, Rodrigo Villar, ressalta ainda que o espaço recebe demanda de todas as unidades hospitalares do Rio Grande do Norte, pública, privada ou filantrópica. “Grande parte desse processo de melhoria foi ratificado pela obtenção do certificado ISO 9001, de gestão de processos. Com esse ganho e esse avanço e a manutenção desse título de qualidade será mais atingido mais facilmente. O Hemocentro vai se adaptar a uma realidade e exigências sanitárias atuais, trazendo esse benefício para servidores e usuários do RN”, diz o diretor. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte