Hildeberto Barbosa Filho: um amigo dos livros

Publicação: 2017-11-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Thiago Gonzaga
Escritor

O poeta e escritor paraibano Hildeberto Barbosa Filho acabou de publicar mais um livro de sua autoria, “Os Livros – A Única Viagem” (Editora Ideia, 2016). Nascido na cidade de Aroeiras (PB), Hildeberto é bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, Licenciado em Letras Clássicas e Vernáculas, Mestre e Doutor em Literatura Brasileira. É professor titular aposentado da Universidade Federal da Paraíba, membro efetivo da Academia Paraibana de Letras (APL), dentre outras instituições.  Poeta, crítico literário, cronista e memorialista, com inúmeras obras publicadas, Hildeberto assina as colunas “Convivência Crítica” no jornal Contraponto e “Letra Lúdica”, no jornal A União, ambos de João Pessoa, e colabora, mensalmente, na revista literária “Correio das Artes”.

O escritor e poeta, Hildeberto Barbosa Filho
O escritor e poeta, Hildeberto Barbosa Filho

Além dessas publicações, Hildeberto tem várias outras em coautoria como, também, participação em obras coletivas, e alguns títulos a publicar. Considerado um dos melhores críticos literários em atividade no Nordeste do país, vem se dedicando, há bastante tempo ao estudo da poesia, da crítica literária, das relações entre literatura e jornalismo e outros gêneros como diários, memórias, biografias, cartas e  confissões.

Hildeberto, que tem forte ligação com a literatura potiguar, reuniu num livro vários ensaios que escreveu sobre autores potiguares, sob o titulo “O Galo da Torre” (EDUFRN,2005), obra que se tornou referência quando o assunto é o estudo da literatura norte-rio-grandense.

Em seu novo livro, o escritor, também bibliófilo, trata de livros e autores, em artigos e crônicas, enfocando assuntos como a Origem da Leitura, Os Livros e suas Listas, Ler e não Compreender, O Prazer das Listas, Livros que Amei, Livros que não Releria, Dedicatórias, dentre outros temas referentes ao grande e salutar vício de ler e colecionar livros.

Talvez por ser poeta, Hildeberto exercita a palavra com graça e leveza, mesmo quando aborda um tema difícil, complexo, tornando a leitura, extremamente prazerosa.

Para que se tenha ideia do alto nível de sua prosa, damos a seguir uma amostra significativa transcrita da crônica “Livros”, do seu livro “Os Livros- A Única Viagem”:

“Aliás, ser poeta, aqui, é modismo histórico e atitude arraigada que tem servido para ornamentar, com certas lantejoulas ditas literárias, o título de bacharel, de conselheiro, pediatra, oftalmologista, pedagoga, economista, socialite e corretor. Parece não haver exceção: ninguém se contenta em plantar uma árvore e ter um filho. Quer o livro, porque o livro é um livro é um livro é um livro”.

Quanta verdade nessas palavras ! Pena não tenham servido de lição a muitos poetas medíocres que andam por aí.

Este foi o quarto livro que li de Hildeberto; anteriormente havia lido, “A Coisas Incompletas”, jornal literário, “O Caos e a Neblina”, crítica e ensaio, e “Vou Por Aí!”, crônicas. Todos esses livros de altíssima qualidade, do melhor nível literário.

Hildeberto Barbosa Filho, ao lado de outros paraibanos, como Sérgio de Castro Pinto e Aldo Lopes, é um importante nome da literatura brasileira contemporânea.

No próximo sábado, dia 18 de novembro, a partir das nove horas da manhã, ele estará autografando seu novo livro, no Sebo Vermelho, de Abimael Silva.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários