Iberê afirma que diálogo fica para o fim de semana

Publicação: 2009-11-11 00:00:00
A+ A-
As reuniões políticas sobre o anúncio da candidatura do vice-governador Iberê Ferreira de Souza ao Governo do Estado, em 2010, marcadas inicialmente para ocorrerem na noite da última terça-feira, em Brasília, foram adiadas para o final desta semana, em Natal. As informações foram repassadas pelo pré-candidato pessebista, que explicou ainda que a intenção era conversar com os deputados federais Henrique Eduardo Alves (PMDB) e  João Maia, esse último pré-candidato a governador pelo PR.

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou ontem projeto de lei que torna crime a discriminação contra idosos, deficientes e homossexuais. A proposta, de autoria da então deputada Iara Bernardi, foi aprovada na forma de substitutivo oferecido pela relatora, senadora Fátima Cleide (PT-RO). A matéria agora será examinada pelas comissões de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) e de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), antes de seguir para votação em Plenário. Como recebeu alteração no Senado, o projeto voltará à Câmara dos Deputados antes de ir para sanção ou veto do presidente da República. A senadora ressaltou que o projeto foi amplamente discutido em várias audiências públicas, com a participação de diversos segmentos sociais, nos dois anos em que tramita no Senado. Com a apresentação do substitutivo à proposta, Fátima Cleide solicitou cancelamento de audiência prevista para debater mais uma vez o assunto na CAS. A proposta original incluiu a punição de atos discriminatórios por sexo, gênero ou orientação sexual na lei que pune a discriminação por racismo, religião ou local de nascença (lei 7.716/89). O substitutivo da senadora Fátima Cleide ampliou o rol dos beneficiários da lei para punir também a discriminação ou preconceito de origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero. “A homofobia é a principal causa da discriminação e da violência que se pratica contra homossexuais e transgêneros. São milhões de cidadãos considerados de segunda categoria: pagam impostos, votam, sujeitam-se a normas legais, mas, ainda assim, são vítimas de preconceitos, discriminações, chacotas”, ressaltou a senadora. Fátima Cleide disse que o substitutivo está embasado em princípios fundamentais da Constituição, que não admite qualquer forma de discriminação. Na avaliação da presidente da CAS, senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN), O Brasil é “um país livre e as pessoas devem ter seus direitos respeitados”. A senadora lembrou a agressão que sofreu a estudante universitária Geysi Arruda, da Universidade Bandeirante (Uniban), por ter ido à aula com vestido curto. Rosalba alertou que situações como essa podem gerar todo tipo de violênciaIberê explicou que os compromissos dos dois parlamentares com as relatorias dos projetos do pré-sal impediu a reunião política que contaria, inclusive, com a presença da governadora Wilma de Faria (PSB). “Esperamos o deputado Henrique até às 21h (de terça-feira), mas não foi possível a conversa. Vamos deixar para Natal”, disse o vice-governador, que ontem a noite embarcou de volta para capital potiguar.

As conversas políticas que estavam sendo aguardadas para a terça-feira em Brasília teriam como pauta definir a estratégia do anúncio da candidatura de Iberê Ferreira como o nome escolhido por Wilma de Faria para disputar a sucessão 2010. O vice-governador explicou que a motivação da líder pessebista à Brasília tinha teor administrativo, no entanto, esta seria aproveitada para conversas políticas. “Estou acompanhando a governadora Wilma em várias audiências para já ir me inteirando, tomando conhecimento das ações que terão continuidade (quando Iberê Ferreira assumir o Governo em abril, com a desincompatibilização de Wilma de Faria)”, comentou o vice-governador.

Ontem, a Tribuna do Norte veiculou reportagem informando da reunião que ocorreria na terça-feira. Assessores de Wilma de Faria estiveram na capital federal, assim como deputados aliados. É o caso de Gustavo Carvalho (PSB) e Wober Júnior (PPS). A expectativa era de que um encontro ocorresse no mesmo dia entre os membros do grupo, o que acabou não ocorrendo. Auxiliares do Executivo Estadual esperaram inclusive pela confirmação do encontro ainda na noite de terça.

Iberê Ferreira disse que o deputado federal João Maia provavelmente estará em Natal na quinta-feira, quando será agendada a conversa. Mas há chances de João Maia apoiar Iberê Ferreira para o Governo? “Isso eu não poderia lhe dizer”, desconversou o pré-candidato do PSB.

Secretário informa sobre assessores

O secretário-chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado, Vágner Araújo, informou ontem os motivos que levaram assessores da governadora Wilma de Faria (PSB) a passar os dois últimos dias em Brasília. Segundo ele, a estadia à capital federal foi de ordem administrativa. O secretário de infra-estrutura e substituto interino do DER, Dâmocles Trinta, por exemplo, teria ido à cidade para participar de uma reunião do PAC da Copa de 2014, que trataria da infra-estrutura das cidades-sedes. Tal reunião não ocorreu, pelo menos para o Rio Grande do Norte. Mas de acordo com informações da assessoria de imprensa da Casa Civil da Previdência, os encontros de ontem foram direcionados às sedes Curitiba, Manaus e Fortaleza. Natal terá sua reunião somente no próximo dia 19, às 09h.

Vágner Araújo justificou  também a estadia do secretário-geral do PSB estadual e diretor da Datanorte, Genildo Pereira. Segundo ele, o assessor verificou processos de causas trabalhistas das empresas extintas congregadas pela Datanorte que estão tramitando no Tribunal Superior do Trabalho (TST). “O secretário de Planejamento e Finanças representa o estado no GT do Aeroporto, acompanhou as audiências da governadora na ANAC, a discussão do pré-sal com os demais governadores, a discussão com os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a questão do Fundeb, e com o presidente do TCU (Tribunal de Contas da União) sobre a questão do imposto de renda”, frisou o secretário-chefe do Gabinete Civil, falando do secretário Nelson Tavares.

Além dos secretários Dâmocles Trinta, Nelson Tavares, Genildo Pereira e Rubens Lemos Filho (Comunicação Social), estiveram em Brasília, além da governadora Wilma de Faria e do vice-governador Iberê Ferreira de Souza, os deputados estaduais da base governista, Wober Júnior (PPS) e Gustavo Carvalho (PSB). Estava previsto para ontem, às 19h, o vôo que traria a comitiva de volta à Natal.

Emergentes

A governadora Wilma de Faria propôs ontem à tarde ao ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, a realização em Natal, da próxima reunião do BRIC- grupo dos quatro países emergentes - Brasil, Rússia, Índia e China. A previsão é de que o encontro aconteça em 2010. A prefeita Micarla de Souza chegou ao final, já que cumpria outros compromissos administrativos. Na audiência, que contou com a presença do vice-governador Iberê Ferreira, Wilma destacou a infraestrutura hoteleira e o potencial turístico da capital potiguar, pontos principais para credenciá-la a sediar um evento de cúpula.

Potencialidades
O ministro mostrou receptividade e informou que a data ainda não foi definida, porque falta confirmação da China e da Índia.  O bloco BRIC foi idealizado pelo economista Jim O ‘ Neill, chefe de pesquisa global do grupo financeiro Goldman Sachs. Ele produziu o relatório  Bulding Belter Global Economic Brics, apontando os quatro principais emergentes do mundo.

Usando as últimas projeções demográficas e modelos de acumulação de capital e aumento de produtividade, o Goldman Sachs mapeou as economias dos países BRICs até 2050.

A conclusão do relatório é que esse grupo de países pode tornar-se a maior força na economia mundial, superando as economias dos países do G6 (Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido,França e Itália) em termos de valor do PIB (em dólares americanos). Além da importância econômica, os BRICs tenderiam a aumentar sua influência política e militar sobre o resto do mundo.