Brasil
IBGE vê indústria com perfil muito disseminado de resultados negativos
Publicado: 14:48:00 - 03/12/2021 Atualizado: 14:51:22 - 03/12/2021
O recuo de 0,6% na produção industrial em outubro ante setembro foi resultado de uma redução de ritmo em 19 dos 26 ramos pesquisados, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
AGÊNCIA BRASIL

"Foi o perfil de quedas mais disseminado desde abril do ano passado, quando a gente tinha 23 atividades com queda na produção", disse André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE. "O setor industrial vem com essa característica de recuo na produção, que além disso tem um perfil muito disseminado de resultados negativos."

As influências negativas mais importantes sobre o resultado de outubro ante setembro foram das indústrias extrativas (-8,6%) e produtos alimentícios (-4,2%).

Outras quedas relevantes ocorreram em máquinas e equipamentos (-4,9%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-5,6%), produtos têxteis (-7,7%), metalurgia (-1,9%), manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (-21,6%), produtos de madeira (-6,6%), confecção de artigos do vestuário e acessórios (-4,1%), produtos de metal (-1,9%), veículos automotores, reboques e carrocerias (-0,8%) e produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-2,4%).

Na direção oposta, entre as sete atividades com crescimento na produção, o principal impacto positivo foi de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (3,7%). Também tiveram crescimento importante outros produtos químicos (2,1%) e produtos de borracha e de material plástico (1,8%).

Estadão Conteúdo

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte