Cookie Consent
Natal
Idosa espancada em Baraúna morre horas depois em hospital; ninguém foi preso
Publicado: 11:48:00 - 24/05/2022 Atualizado: 11:50:13 - 24/05/2022
Horas após ter sido encontrada caída em uma rua, com diversos hematomas pelo corpo, a idosa Adalgisa Fagundes Neves, de 61 anos, morreu no Hospital Regional Tarcísio Maia. Ela foi socorrida na madrugada dessa segunda-feira (23) depois de ter sido espancada no município de Baraúna, no Oeste Potiguar, mas não resistiu aos ferimentos. A Polícia Civil apura o caso.
Divulgação

Ainda não se sabe a motivação e quem teria agredido a idosa. O delegado Luiz Fernando, titular da Delegacia de Baraúna, suspeita que mais de uma pessoa tenha participado da ação.

"Ela teve um traumatismo craniano. Foi agredida possivelmente com socos, e não temos como falar se ela foi agredida com pau ou outro objeto, apenas que as lesões são contundentes. E teve algumas lesões no braço, como se tivesse sido segurada por um ou dois indivíduos", comenta o delegado, sobre os resultados de exames no corpo da vítima.

Ele também solicitou o exame de conjugação carnal, para aferir se também houve o crime de estupro contra a vítima. O resultado da perícia ainda não foi concluído.

As investigações ainda estão em fase inicial, mas sabe-se que a idosa foi vista pela última vez ao lado de quatro homens, bebendo em um bar no centro da cidade, segundo o delegado.

A vítima era natural de Itaú, mas residia em Baraúna. Membros da família dela já foram ouvidas pela Polícia Civil. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte