Igrejas católicas reabrem na segunda-feira, 10, para orações individuais

Publicação: 2020-08-08 00:00:00
A+ A-
Ícaro Carvalho
Repórter

A retomada gradual das atividades no Rio Grande do Norte em meio à pandemia do novo coronavírus dá mais um passo a partir da próxima segunda-feira, 10. As Igrejas Matrizes ligadas à circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Rio Grande do Norte, vão reabrir para orações pessoais e momentos de fé entre os potiguares, utilizando uma série de protocolos e medidas para evitar infecções de covid-19. Nesse primeiro momento, apenas Igrejas Matrizes ligadas à Arquidiocese de Natal e à Diocese de Mossoró vão reabrir. Ao todo, são 169 templos em cidades autorizadas a receberem os fiéis.


Créditos: Adriano AbreuCatedral Metropolitana de Natal se adequa para reaberturaCatedral Metropolitana de Natal se adequa para reabertura


As medidas foram definidas no Decreto 002/2020, publicado pela Arquidiocese de Natal no último dia 28 de julho, após liberação por parte do Governo do Estado no dia 25 de julho, e da Prefeitura do Natal, no dia 08 de julho, aliado à queda no número de óbitos e casos de infecção pelo novo coronavírus. Na área sob a responsabilidade da Arquidiocese da Natal, 110 templos em 88 cidades vão abrir na próxima segunda-feira para orações individuais.

De acordo com o pároco da Catedral Metropolitana de Natal, Padre Valdir Cândido de Morais, a Igreja pede o “bom senso” por parte dos fiéis nesse retorno das atividades eclesiásticas e pede que os católicos idosos ou pertencentes aos grupos de risco se mantenham em isolamento. Nos templos, há marcações nos assentos e disponibilização de álcool em gel aos fiéis como medidas de higiene e prevenção.

“São quatro regras básicas para adentrar na igreja: usar máscara, vamos aferir a temperatura, o álcool em gel e em seguida o fiel passa pelo tapete para limpar os sapatos”, comentou Padre Valdir Cândido. 

O documento publicado pela Província Eclesiástica de Natal traz uma lista com 31 medidas a serem seguidas pelos párocos e fiéis. Uma das medidas diz que cada Diocese tem autonomia para definir as datas de reabertura. Entre as recomendações, a Arquidiocese preconizou que as Igrejas vão precisar dispor de álcool em gel, para que os fiéis possam fazer a higienização das mãos; indicações nas entradas dos templos com a quantidade máxima de pessoas que podem estar presentes para as celebrações; uso de máscaras e suspensão do beijo no altar e no o beijo no Evangeliário (ou no Lecionário), como também rezar o Pai nosso de mãos dadas e o abraço da paz. Há ainda uma recomendação para que haja uma distância de 1,5 m, nos bancos ou cadeiras e nos momentos de filas.

“Aqueles que são de grupo de risco, como os idosos, vamos possibilitar a missa online para que eles continuem em casa. É uma regra geral, porém, a gente bem sabe que alguns idosos chegarão nas missas para querer entrar na igreja. Não vamos proibir, mas vamos orientar que no domingo seguinte, por exemplo, eles não venham por serem do grupo de risco. Será uma orientação para convencê-los que estamos preocupados com a vida deles”, reforçou o Padre Valdir.

O retorno às missas acontecerá a partir do dia 15 de agosto nas Dioceses de Natal e Mossoró, com a Diocese de Caicó reabrindo, a partir do dia 16 de agosto, para oração pessoal e 31 de agosto, com o reinício das celebrações das Missas. No dia 19 de setembro, por fim, poderão ser iniciadas atividades celebrativas nas capelas que compõem a Paróquia e demais locais de celebração. O cronograma foi diferente em Caicó, em virtude da Festa de Nossa Senhora da Guia, padroeira de Acari, e a Diocese de Caicó preferiu adiar as datas para evitar aglomerações.

Em Mossoró, a administração da Catedral de Santa Luzia organizou, nas últimas semanas, os preparativos para reabertura tomando como base o decreto da Arquidiocese, para retomar as atividades com a segurança e os protocolos preconizados pelas autoridades sanitárias. A parte interna da Catedral já foi higienizada e os bancos já foram adesivados de acordo com o distanciamento a ser seguidos pelos fiéis. Há demarcação nos corredores para a comunhão e alertas para que os presentes não toquem nas imagens do espaço.

 “Estamos orientando que os idosos fiquem em casa, que eles vão poder acompanhar. Poderemos, em muitos casos, mandar a comunhão pelos nossos ministros, respeitando as normas e o distanciamento, com os fiéis podendo comungar em casa. Basta acionar a igreja. Essa organização está feita.”, informou o Padre Flávio Augusto Forte Mello, pároco da Catedral de Mossoró e Vigário Geral da Diocese.

Cronograma
Arquidiocese de Natal e na Diocese de Mossoró: dia 10 de agosto está permitida a abertura das Igrejas somente para oração pessoal; 15 de agosto Na Diocese de Caicó; 16 de agosto está permitida a abertura das igrejas somente para oração pessoal; e 31 de agosto, reinício das celebrações das Missas.