Impactos do Turismo na pandemia

Publicação: 2020-09-12 00:00:00
Antonio Roberto Rocha 
antonioroberto@tribunadonorte.com.br

O turismo é um dos mais importantes setores econômicos do Brasil e do mundo. Segundo o Conselho Mundial de Viagens e Turismo, em 2018 a atividade representava 10,4% do Produto Interno Bruto Global. Um a cada dez empregos gerados eram no setor do turismo. No Brasil, o PIB do setor ultrapassou R$ 270 bilhões em 2019, demonstrando ser uma atividade econômica significativa. Diante disso, cabe o questionamento: quais os impactos da pandemia no setor do turismo?  

Após seis meses da chegada da pandemia, o setor de turismo segue como um dos mais afetados pela crise, pois os impactos foram sofridos em toda a cadeia, com a suspensão das atividades de hotéis, restaurantes, parques, voos internacionais e nacionais, além do cancelamento de shows e eventos. 

Mas o cenário começa a mudar com a retomada das atividades econômicas e do processo de reabertura dos estabelecimentos - e consequente melhoria do faturamento dos pequenos negócios, inclusive naqueles que atuam no segmento turístico. É o que revelou a 6ª edição da pesquisa de impacto da pandemia realizada pelo Sebrae, em parceria com a FGV, no final de julho.

Guia -
Para preparar os empresários para esse momento de retorno às atividades relacionadas ao turismo de negócios e eventos, o Sebrae preparou um guia completo, disponível em uma página específica no Portal do Sebrae, com dicas e orientações práticas para o setor. 

Além de e-book, são oferecidos gratuitamente vídeos, check list, modelos de placas informativas e displays para download. Todo o material foi elaborado para facilitar o entendimento das normas de saúde e, com isso, possibilitar que os empresários se sintam mais confiantes para promover as adaptações necessárias para retornar às atividades de maneira segura e consistente.


Decretos - 
O Sebrae recomenda, como premissa para abertura, que os empresários acompanhem os decretos e demais regulamentos em vigor em cada localidade. Caso os empreendedores observem divergência de informações entre as medidas estaduais e municipais, a indicação é seguir as orientações mais rígidas, de preferência, de acordo com as autoridades de saúde, como Organização Mundial de Saúde (OMS), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Ministério da Saúde, dentre outras. 

Além das principais orientações relacionadas à saúde e prevenção à doença, que incluem a limpeza e higienização constante das mãos, uso adequado de máscaras e distanciamento de pelo menos 1,5 metro entre as pessoas, o protocolo elaborado pelo Sebrae traz também orientações gerais para os colaboradores e atendimento ao cliente.

Eventos - 
No caso do setor de turismo de negócios e eventos, o documento, elaborado em parceria com a  Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc) e União Brasileira dos Promotores  de Feiras (Ubrafe), apresenta orientações específicas para que os empresários fiquem atentos às medidas de segurança e higiene nos ambientes dos eventos. Também traz recomendações para adaptações necessárias nas estruturas e nas áreas de circulação de pessoas. 

Movimento Supera Turismo atinge objetivos
Idealizadores, cofundadores, apoiadores voluntários e seguidores engajados fizeram decolar, de forma orgânica e organizada, um movimento diferenciado no turismo nacional. Lançado em 1º de junho de 2020, no auge da crise do Covid-19, o ‘Movimento Supera Turismo’, como vem se popularizando, está emplacando, para ampliar a atuação, de forma efetiva e localizada, foi criado um cronograma de lives e de ações de marketing nos 26 estados da Federação e no DF. Até o dia 7 de setembro, o Supera Brasil percorreu Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Paraná, Rio de Janeiro, DF, Santa Catarina e Espírito Santo.

Calendário - 
O próximo encontro virtual do Movimento Supera Turismo será na segunda-feira (14), em Mato Grosso. Na sequência será realizado em 21/7, em Tocantins; 28/09, Sergipe; 05/10, Ceará; 12/10, Rio Grande do Sul; 19/10, Acre; 26/10, Amapá; 02/11, Piauí; 09/11, Amazonas; 16/11, Alagoas; 23/11, Pernambuco; 30/11, Bahia; 07/12, Maranhão; 14/12, Paraíba; 21/12, Roraima; e 28/12, Rondônia.

Comunicação - 
A estratégia de comunicação do Movimento Supera Turismo conta com um mix de ações proativas, que incluem jornalismo, marketing digital, mídia partners e mídias sociais. Consolidou presença forte no Instagram, por meio da qualidade dos vídeos, imagens e informações que enaltecem e valorizam o turismo brasileiro.

O balanço parcial da produtividade da comunicação nas redes sociais revela 15 mil seguidores; conteúdo produzido para a geração de 160 posts nos feeds, 510 stories e 32 lives. Contabiliza engajamento de 198 mil interações; e mais de 100 mil publicações com a hashtag  #movimentosuperaturismo.

Rodadas de Negócios do turismo regional
Para aproximar os hotéis e pousadas, situados na capital e principalmente no interior, de agências de viagens, assim como incentivar a criação de pacotes turísticos para dentro do território potiguar, a Secretaria do Turismo (Setur), a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), a Associação Brasileira de Agências de Viagens do RN (Abav) e o Sebrae promoveram nesta semana a primeira rodada virtual de negócios entre as empresas que possuem a chancela do selo RN+Protegido.

Nesta primeira rodada de negócios participaram vinte empresas, entre  meios de hospedagem, agências de turismo e receptivos. A proposta da rodada de negócios é estabelecer um elo entre os dois segmentos do setor e fomentar pacotes de viagens que possam ser desfrutados com segurança pelos potiguares, fortalecendo a interiorização do turismo e ampliando a geração de negócios nessa cadeia produtiva.





Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.