Início

Publicação: 2020-09-19 00:00:00
Itamar Ciríaco 
itamar@tribunadonorte.com.br

Em um ano atípico, o América começa sua trajetória hoje na Série D do Campeonato Brasileiro. O Alvirrubro, que manteve uma base dentro de campo, chega na competição com um treinador que fará apenas seu segundo jogo no comando do time. Paulinho Kobayashi é o terceiro técnico do clube na temporada e assumiu justamente a missão mais “espinhosa”. Mas, são os trabalhos mais complexos que lhe garante maior glória.

Início 1
A escalação americana e o estilo (modelo) de jogo implantado por Kobayashi são as principais curiosidades de todos que acompanham o futebol de perto. Neste sábado, na Arena das Dunas, 30 minutos antes de a bola rolar, mataremos a primeira dessas curiosidades, com a divulgação da escalação. Depois, na sequência, vamos ver como será esse novo América.

Adversário
O Adversário do América, hoje, é o Campinense. Vice-campeão paraibano, assim como o Alvirrubro, a “Raposa” guarda outras semelhanças com o time de Natal. A primeira delas é que, até o momento, na atual temporada, o time não conseguiu ter um estilo de jogo convincente. A segunda é o excesso de troca de treinadores. Givanildo Sales, que comandou o Sousa no Paraibano é o técnico do Campinense. Antes dele, o clube teve Oliveira Canindé, Ruy Scarpino, Evandro Guimarães, Hélio Cabral, Nei Júnior e novamente Hélio Cabral.

Pé quente
O América-RN inicia sua campanha na Série D do Campeonato Brasileiro neste sábado (19), às 16h, diante do Campinense, na Arena das Dunas, em Natal. Com três acessos em competições nacionais no currículo, o meia Anderson Paraíba pode ser o pé quente para a equipe alvirrubra na disputa. Revelado nas categorias de base do Sport, foi no Leão da Ilha que o jogador chegou ao seu primeiro acesso, em 2011, à Série A do Brasileirão. Em 2016, defendendo o Boa Esporte, conquistou o título da Série C com o clube mineiro. Dois anos depois, repetiu o feito, desta vez sendo um dos destaques do Operário-PR no campeonato. O América-RN está no Grupo 3 da primeira fase da Série D do Brasileiro, ao lado de Campinense-PB, Afogados-PE, Salgueiro-PE, Guarany de Sobral-CE, Atlético-PB, Floresta-CE e Globo-RN.

Risco
O ABC estreia amanhã, contra o Itabaiana, em Sergipe. Esse é um jogo de alto risco para o time Alvinegro. A equipe, que foi campeã estadual sofreu várias baixas e Francisco Diá está tendo que reformular o time pela terceira vez na atual temporada. As boas atuações, a condição financeira do clube e o próprio fato de estar na Série D tornam os atletas alvinegros alvos fáceis para muitos clubes do País e até fora daqui. Das outras vezes Diá conseguiu contornar o problema e deu tudo certo. Esperar que ele consiga, mais uma vez, se superar.

Covid
Um dos maiores problemas da Série D pode ser a questão da pandemia. Ontem, através de sua assessoria, o Palmas do Tocantins confirmou que oito atletas testaram positivo para a covid-19. Os exames foram realizados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O clube joga amanhã (20), às 16h contra o Villa Nova-MG. Além dos atletas, a comissão técnica também submeteu aos testes na última quarta-feira (16). Todos os testados positivos já estão afastados. Esse foi primeiro teste realizado pelo elenco, desde que retornou aos trabalhos em 20 de julho.

Destaques
O potiguar atual campeão mundial do Championship Tour, Ítalo Ferreira, e o conterrâneo Jadson André participaram ontem do “Onda do Bem”, que foi montado em uma praia brasileira fechada e não divulgada para evitar a presença do público. Promovido pela World Surf League (WSL), o torneio noturno tem caráter social e ontem reuniu atletas e celebridades. O torneio tem a proposta de ser uma grande celebração do surfe, unindo gerações de várias décadas que fizeram história no esporte.

Auto-motor
A TOYOTA GAZOO Racing viverá um momento histórico nesse domingo, dia 20 de setembro, quando começar a primeira etapa da Super TC2000, uma das competições automobilísticas mais importantes da América Latina, com a participação do ex-piloto de Fórmula 1 Rubens Barrichello, que desta forma se tornará o primeiro piloto estrangeiro a pilotar um Corolla oficial durante toda a temporada nesta categoria argentina. Um total de 23 competidores aguardam a volta da Super TC2000, que estava suspensa, assim como todas as competições automobilísticas na Argentina, desde o início do isolamento preventivo obrigatório em março. 

Auto-motor 1
Apesar das piadinhas nacionais, Barrichello é uma das grandes figuras do automobilismo mundial, foi piloto de Fórmula 1 entre 1993 e 2011, onde conquistou dois vice-campenatos (2002 e 2004) e um terceiro lugar no final da temporada de 2001. Em 18 anos dentro da maior categoria do automobilismo internacional, acumulou 11 vitórias, 68 pódios, 14 pole positions e, ainda hoje, detém o recorde de ser o piloto com mais corridas disputadas, com 323 Gps.





Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.