Indústria anda pra trás

Publicação: 2019-05-04 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

O chão de fábrica está mais limpo. Os indicadores industriais estavam crescendo e mudaram de direção caindo 1,3% em março, mostra o IBGE. A indústria brasileira já não mostra mais sinais de recuperação e fica na expectativa das votações no Congresso Nacionais, das principais reformas. Também espera por um horizonte mais limpo no cenário internacional.  Os empresários botam o pé no freio na hora de decidir por novos investimentos.

Comércio
No setor do comércio cai a confiança dos empresários, na pesquisa da  Confederação Nacional do Comércio (CNC). O índice levantado pela entidade recuou pela primeira vez desde agosto do ano passado. A demora da retomada da economia e ritmo das reformas reduzem as expectativas.

Queda
Um dado positivo vem da Inflação semanal, o IPC-S, pesquisada em sete capitais que recuou em quatro, em abril. Registrou variação de 0,63%, 0,06 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa divulgada na última apuração.  Alguns produtos e tarifas continuam pressionando a inflação.

Resultados
Apenas três bancos, o Itaú, Bradesco e o Santander acumularam lucro líquido de mais de R$ 15 bilhões, apenas nos três primeiros meses do ano.  Uma fortuna pincipalmente, em um país ainda em crescimento e com uma grande população pobre. Já o Itaú Unibanco prevê que concorrência no setor de meios de pagamentos.

Previdência
O Palácio do Planalto deve contar apenas com sua própria força para aprovar a reforma da Previdência Social e as demais reformas.  Os governadores não tem força para convencer deputados e senadores a votaram a favor das  reformas.

Contas estaduais
A crise nos Estados estará em pauta em Brasília, na próxima segunda-feira.  Segundo especialistas, com uma extensa folha de pagamentos de servidores ativos e inativos somada à queda na arrecadação, a maioria dos estados brasileiros têm grave problema fiscal. O tema será debatido no seminário “Como resolver a crise dos Estados?”,  que será realizado na FGV Brasília pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV IBRE) e pelo jornal Valor Econômico.

Desmembramento
Os acionistas de Guararapes Confecções aprovaram, por unanimidade, em Assembleia a proposta de desdobramento das ações ordinárias. Cada ação passa a ser representada por oito ações ordinárias, com os mesmo direitos da ação desdobrada. O crédito das ações provenientes do Desdobramento de Ações será efetuado segunda-feira, dia 6.

Estímulo
O banco Santander abre inscrições para a terceira edição do seu programa de aceleração de startups. O Radar, realizado em parceria com a Endeavor, aumenta o número de startups a receberem mentorias e organizará dois batches por ano para mais oportunidades de negócio. Inscrições no portal  até amanhã, 5 e são gratuitas.

Mais água
O Reservatório Equivalente da Bacia do Rio São Francisco, formado pelos reservatórios de Três Marias (MG), Sobradinho (BA) e Itaparica (BA/PE), estava em média com 52,04% de seu volume útil, no começo de abril sendo que um ano antes o total acumulado era de 36,79%. Mesmo com mais água a tarifa de energia em maio tem bandeira amarela.

Mineração
Uma atividade que exige muita água é a mineração, Agora com as chuvas o setor pode acelerar os investimentos como é o caso da  produtora de minério de ferro MHAG Mineração e a B8biz, sócios no empreendimento de US$ 900 milhões. A produção estava paralisada desde 2009 por falta de investimentos.

Palestras
O Conselho de Contabilidade do RN promove palestras gratuitas sobre Escrituração Contábil Digital. As capacitações vão acontecer em Natal, Assu, Mossoró, Pau dos Ferros, Currais Novos e Caicó, de 6 a 15 de maio.   Os interessados podem se inscrever no site www.crcrn.org.br/cursos. As vagas são limitadas.

Promoção
O Boticário lança uma campanha emocionante para o Dia das Mães, e traz kits especiais para presentear. São diversos kits especiais com destaque para o novo Floratta Red, uma fragrância inspirada pela maçã de Vermont.







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários